23/01/2016 às 09h38min - Atualizada em 23/01/2016 às 09h38min

Cânion da São Vendelino

Formação rochosa forma uma cachoeira com 18 metros de altura

São José do Cedro

Existe no interior de São José do Cedro, na linha de São Vendelino, um lindo cânion que tem o mesmo nome da linha: Cânion da São Vendelino. Formado por rochas a cachoeira de 18 metros de altura, encanta devido à força das águas que formam “buracos” nas rochas e lajes presentes no trecho e trilham seu caminho rio Tracutinga abaixo.

O cânion fica a 18 quilômetros do centro de São José do Cedro e a poucos quilômetros da divisa com o município de Palma Sola. Até a cidade de Palma Sola, pelo interior, o trecho é de 24 quilômetros, passando pela linha Santa Terezinha.

Segundo os moradores e proprietários da área que fica ao lado do cânion, família Delazeri, para chegar até o local basta pedir. “Ninguém é dono de beira de rio e água, mas como é uma área perigosa, devido a altura da cachoeira, sempre que podemos acompanhamos os visitantes com o maior gosto”, afirmaram Inês e o filho Alex.

Inês Delazeri lembra que antigamente muitas pessoas visitavam o local. “Moro aqui há 21 anos e há seis foi feita a barragem, que fica abaixo das quedas. Ainda chegam alguns visitantes, mas acho perigoso trazer crianças, porque a área é alta e é preciso ter muito cuidado”, opina a agricultora comentando que não há muito área para banho. “As pessoas vem mais para caminhar, olhar e tirar fotos”, conta.

Uma dica dada pelos moradores do local é que a visitação não deve ser feita quando o período é de seca ou chuvas. “Se for período de seca não dá para ver a queda da água, e se chover muito a correnteza fica muito forte e perigosa”, alerta Alex.

Segundo o representante da empresa DaTrilha, de São Miguel do Oeste, Juliano Romancini, que já realizou atividades de canoismo e flutuação no rio, o local é de muita beleza. “Por se tratar de um local que tem uma cachoeira é muito importante tomar o máximo de cuidado para que não ocorra algum imprevisto. E se for praticar alguma atividade esportiva no local aconselho que façam com pessoas que entendam e dominem as técnicas verticais”, comentou Juliano. 


Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »