30/01/2016 às 09h09min - Atualizada em 30/01/2016 às 09h09min

Família Buzin, há 33 anos em Guarujá

Anacleto Buzin veio para a região trabalhar na área da construção civil

Guarujá do Sul

Aposentados e levando a vida na calmaria. Assim a equipe do jornal Sentinela encontrou o casal Lourdes Techio Buzin, 73 anos e Anacleto Buzin, 76 anos, moradores do centro de Guarujá do Sul. Conforme relato do casal eles completam 33 anos de residência em Guarujá em março deste ano.

“Morávamos em Cruz Alta-RS e depois nos mudamos para Vitorino-PR. Um conhecido, Lourival Zimmer, que era proprietário de uma serraria, falou que era bom morar em Guarujá do Sul e por aqui ficamos”, explica o casal.

O que motivou a vinda da família Buzin, que criou duas filhas em Guarujá do Sul, para a região foi o trabalho de Anacleto, que era mestre de obras na área da construção civil. “Trabalhei para muitas empresas, inclusive a Camargo Correa”, lembra Anacleto afirmando que ajudou a construir um frigorifico e a Prefeitura de Itapiranga, a empresa da Coca-Cola em Chapecó, a Caixa Econômica de Pato Branco e outras grandes obras e até pontes em Guaraciaba, São Miguel do Oeste e outros locais.

O casal comemorou em Guarujá do Sul suas bodas de ouro, 50 anos de casamento, completados há três anos. “Em julho deste ano completamos 54 anos de casamento”, comemoram. Da união a família teve duas filhas: Ieda Oliva e Tânia Maria, que já lhe deram três netos e um bisneto.

“Já passamos por poucas e boas nesta vida. Principalmente quando me machuquei no trabalho. Cai de um andaime de três metros de altura e fiquei na cadeira de rodas por muito tempo. Já tivemos que vender tudo por causa das doenças que a idade nos trouxe e atualmente moramos de aluguel. Mas, Guarujá do Sul é nossa casa, é onde vivemos em irmandade com nossos amigos e toda a comunidade”, comentou Anacleto afirmando que o casal é feliz no município.


Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »