16/06/2016 às 17h22min - Atualizada em 16/06/2016 às 17h22min

Estudantes de Agronomia conhecem práticas inovadoras na produção de alimentos

Divulgação

Os estudantes de Agronomia da Unoesc Maravilha e São José do Cedro visitaram, neste semestre, a Empresa de Pesquisa Agropecuária e de Extensão Rural de Santa Catarina (Epagri) localizada em Caçador e Videira. A Fischer Frutas, localizada em Fraiburgo, e a Vinícola da Serra, de Pinheiro Preto, também integraram o roteiro da viagem de estudos. Os acadêmicos foram acompanhados pelos professores Clério Hickmann e Claudia Klein.

            Na Epagri de Caçador, os alunos conheceram o sistema de plantio direto de hortaliças, empregado especialmente na cultura de tomate. Os pesquisadores da Epagri apresentaram aos estudantes as estratégias de manejo do Sistema Integrado de Tomate (SISPT). "O sistema tem gerado ótimos resultados, sendo que as principais recomendações são: plantio direto sobre coberturas verdes, tutoramento vertical das plantas, redução de adubação de base e de manutenção, manejo de pragas e doenças", avalia a professora que acompanhou os acadêmicos, Claudia Klein.

            Em Videira, os estudantes conheceram os sistemas de monitoramento de videiras da Epagri e o estudo de novas cultivares de ameixa e pêssego. Além disso, foi possível visitar a vinícola experimental que testa e valida a qualidade de uvas desenvolvidas pela Empresa de Pesquisa.

            A viagem de estudos também possibilitou que os alunos acompanhassem todo o processo de qualidade pós-colheita de maças da Fisher Frutas. A empresa mostrou aos alunos os testes realizados, sistemas de separação e classificação e o armazenamento em atmosfera controlada.

            Outro local visitado foi a Vinícola da Serra. Além de conhecer os processos de pós-colheita da uva, produção de vinhos e espumantes, foi possível ter contato com a agricultura familiar e saber como agregar valor aos produtos da propriedade e o incentivo à sucessão familiar.

            Segundo o acadêmico Maicon Lolato, a viagem de estudos foi uma oportunidade para aliar a teoria e a prática. "Atividades como essas oportunizam conhecimentos de diferentes realidades tecnológicas, implicando em um aprendizado mais efetivo na observação das variáveis que influenciam os processos produtivos", destaca o estudante. 


Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »