25/06/2016 às 09h10min - Atualizada em 25/06/2016 às 09h10min

Pops: Projeto Lixo Zero

Objetivo é conscientizar e fiscalizar locais públicos e margens das rodovias

Divulgação

Surgiu neste ano através dos alunos do 2º ano do ensino médio da EEB Professor Osni Paulino da Silva – Pops – de Anchieta o projeto Lixo Zero, que tem por objetivo conscientizar e fiscalizar as pessoas quanto ao lixo depositado e jogado nos logradouros públicos, principalmente às margens das rodovias.

Conforme os alunos o projeto surgiu da visão crítica formada em especial pelas matérias humanas de geografia, sociologia e filosofia. “Fomos ver a Expo Anchieta quando foi realizada e ficamos assustados, pois caminhamos 2 quilômetros e vimos muito lixo ao redor da SC-161. Na época a via nem tinha sido inaugurada e estava daquele jeito, resolvemos fazer alguma coisa”, contam.

Naquele momento os alunos se mobilizaram e foram coletar o lixo as margens da rodovia. Foram coletados 20 sacos de lixo, de 100 litros cada, o que totalizou quase 2 mil litros de lixo. A própria turma foi atrás de uma empresa de reciclagem e doou o material. “Tivemos que separar os resíduos antes de enviar para reciclagem”, lembram os alunos.

Os alunos relatam em tom de indignação que até pessoas que utilizam a rodovia para a prática de atividade física, como corrida, acabam sujando o local. “Tem garrafa plástica de água, papel de barra de cereal. Achamos até fralda descartável”, afirmaram os alunos contando que muito lixo foi encontrado embaixo de uma placa de alerta “Não jogue lixo na rodovia”.

No dia da inauguração da SC-161 [10/06] – trecho de Anchieta até Romelândia – os alunos também realizaram um campanha de conscientização. Eles foram atrás de patrocínio em empresas locais e após confeccionaram sacolinhas de lixo para carros. “Íamos parando as pessoas, explicando o projeto e entregando as sacolinhas. Muitas pessoas gostaram, outras jogaram fora pela janela do carro logo depois de se afastarem de nós”, relatam.

Mesmo frustrados com algumas atitudes os alunos não demostram desistir do projeto. “Nossa próxima ação será uma blitz, queremos angariar mais recursos para até fazer placas de impacto e colocar na rodovia. Vamos continuar tentando impactar as pessoas e as fazer mudarem de atitude”, finalizam. 


Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »