24/08/2016 às 09h08min - Atualizada em 24/08/2016 às 09h08min

Governo do Estado investe na erradicação de brucelose e tuberculose na região de Itapiranga

Divulgação

Produtores rurais da região de Itapiranga investem na bovinocultura de leite e a produção já passa dos 16 milhões de litros por mês. Com cerca de 5.700 agricultores familiares e um rebanho de 120 mil bovinos, os municípios de Itapiranga, São João do Oeste, Tunápolis, Iporã do Oeste e Santa Helena se dedicam à erradicação de doenças e à organização da cadeia produtiva. Nesta terça-feira, 23, o secretário de Estado da Agricultura e da Pesca, Moacir Sopelsa, pôde conhecer de perto as iniciativas que fizeram a região de Itapiranga ser escolhida para a implantação de um projeto pioneiro para a sanidade de rebanhos.

Por sua localização estratégica, a região de Itapiranga irá participar de um projeto pioneiro para erradicar a brucelose e controlar a tuberculose no rebanho bovino. O Programa de Saneamento da Brucelose e Tuberculose Bovina está em fase de implantação e fará dos municípios de Itapiranga, São João do Oeste, Tunápolis, Iporã do Oeste e Santa Helena a primeira região do Brasil com todas as propriedades rurais saneadas para brucelose e tuberculose.

O Programa prevê o rastreamento de todos os bovinos da região e abate sanitário dos acometidos por brucelose ou tuberculose, além de evitar a entrada de animais contaminados vindos de outros municípios. Além disso, serão desenvolvidas ações educativas para conscientizar os produtores rurais da importância da constante vigilância sanitária.  O Programa será executado em uma parceria entre Secretaria da Agricultura e da Pesca, prefeituras, Faculdades de Itapiranga (FAI), Cidasc e lacticínios da região.

Enquanto o Programa não está em pleno funcionamento, a Secretaria da Agricultura e da Pesca segue executando ações para manter a sanidade do rebanho na região.  Em reunião com os agricultores e lideranças ligadas ao agronegócio, Moacir Sopelsa demonstrou as principais linhas de apoio da Secretaria para o controle das doenças nos bovinos, principalmente com as indenizações de produtores via Fundo Estadual de Sanidade Animal (Fundesa). Só no último ano, de janeiro de 2015 a julho de 2016, o Fundesa indenizou 25 produtores pelo abate sanitário de 202 bovinos acometidos por brucelose ou tuberculose, no total o investimento foi de R$ 376.367,40.

“Peço que os produtores sejam nossos parceiros para cuidarmos do rebanho bovino catarinense. Não adquiram animais sem procedência, denunciem o contrabando e, principalmente, atentem para a saúde de suas famílias. Brucelose e tuberculose são doenças que podem ser transmitidas aos produtores e trazer sérios danos para saúde”, ressaltou Sopelsa.

Os investimentos para o controle e erradicação da brucelose e tuberculose no estado já fazem de Santa Catarina um dos estados brasileiros com a menor incidência dessas doenças. A intenção é que apenas 0,2% do rebanho catarinense seja acometido por brucelose, condição definida pela Organização Mundial de Saúde Animal (OIE) como zona livre da doença.

No período da tarde, o secretário Moacir Sopelsa visitou ainda a unidade da Cooper A1 de Itapiranga, cooperativa que operacionaliza o Programa Terra-Boa. “A parceria com as cooperativas para desenvolver os programas da Secretaria da Agricultura tem se mostrado uma estratégia que dá certo, que traz resultados e ajuda a fazer de Santa Catarina um estado diferente, competitivo e eficiente”, afirmou.

Com o Terra-Boa, a Secretaria da Agricultura já investiu aproximadamente R$ 3,2 milhões na região, desde janeiro de 2015 até julho de 2016. Os recursos subsidiaram a aquisição de 9.135 toneladas de calcário, 14 mil sacas de semente de milho e 95 kits forrageira, beneficiando cerca de 6.600 famílias de agricultores.

Os produtores rurais do Extremo Oeste contam ainda com o suporte do Programa SC Rural que, nos últimos seis anos, proporcionou investimentos de R$ 3,42 milhões para 16 projetos estruturantes, beneficiando 870 famílias rurais da região de Itapiranga. Sem contar os quatro projetos elaborados por jovens agricultores que receberam investimentos de R$ 58,2 mil do Programa SC Rural. 

A visita do secretário Moacir Sopelsa aos municípios da região de Itapiranga faz parte do Dia de Ação de Governo, quando diferentes secretários de Estado e presidentes de órgãos do governo visitam as sedes de Agência de Desenvolvimento Regional (ADR). Para Sopelsa, a iniciativa é importante para aproximar o Governo do Estado da população, apresentar os projetos desenvolvidos e ouvir os anseios das pessoas. “Foi um dia muito produtivo, pudemos conversar com os agricultores, representantes de associações e cooperativas. Com certeza, foi uma ótima experiência”, afirma.

O secretário Sopelsa esteve acompanhado do secretário adjunto da Agricultura e da Pesca, Airton Spies; do diretor de Cooperativismo e Agronegócio da Secretaria da Agricultura, Athos de Almeida Lopes Filho; e do secretário Executivo de Desenvolvimento Regional de Itapiranga, Miguel Aloísio Schneider. 


Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »