10/09/2016 às 08h53min - Atualizada em 10/09/2016 às 08h53min

“Tempo para amar, tempo para odiar”

Este é o primeiro livro da advogada e escritora Caroline Taís Schroeder Hanke, do município de Campo Erê

Divulgação

Recentemente a campoerense e escritora, Caroline Taís Schroeder Hanke lançou seu primeiro livro “Tempo para amar, tempo para odiar”, pela Editora Chiado, de Portugal que tem sede em São Paulo. Além de escrever o livro a advogada também se arrisca na poesia e é modesta ao dizer que “se tenho talento eu não sei, mas quando escrevo os versos vertem com o coração e a alma”. O lançamento do livro aconteceu dia 13 de agosto no Centro de Eventos de Campo Erê e contou com a presença de amigos, familiares e público em geral. O evento recebeu o apoio da Coordenadoria de Cultura e Eventos de Campo Erê.

Confira uma conversa que tivemos com a escritora:

 

Quando se tornou escritora? Existem planos para mais livros?

É difícil dizer como se começa a se tornar escritora... Começamos a escrever, as ideias surgem. A arte imita a vida, e a ficção é baseada na realidade, nas histórias que conhecemos, ouvimos e lemos. Estou escrevendo meu segundo livro e tenho o esboço de mais dois. Pretendo viajar para a Bahia ainda este ano e lá vou buscar inspiração e ambientar meu terceiro ou quarto romance.

 

Como conseguiu uma editora para lançar seu livro?

A Editora Chiado é de Portugal, com filial no Brasil e em mais 16 países. Essa editora é uma das maiores editoras do mundo, lançando mais de 1.000 títulos por ano. Mandei os originais para algumas editoras brasileiras, mas não obtive resposta. Em Lisboa quatro editores analisaram os originais e concluíram que o livro era vendável, ou seja, tinha capacidade editorial e comercial.

 

De onde surgiu a inspiração para escrever essa história? Na sinopse consta que a ficção é entremeada com fatos reais...

Como disse Agatha Christie, a inspiração vem quando a gente lava a louça. Os personagens reais e fictícios e o que é real e fictício na história ficam por conta da imaginação do leitor.

 

Quais seus livros preferidos, que indicaria para um amigo?

É difícil. Gosto de ler quase todos os gêneros de livros. Atualmente estou lendo livros de autoajuda. Para quem gostar de livros de autoajuda, indicaria Augusto Cury e livros espíritas psicografados por Chico Xavier e Divaldo Pereira Franco, dentre outros.  Aventura, romance, ficção gosto especialmente de Sidney Sheldon, Agatha Christie,  W. C. Andrews.

 

Me fale um pouco sobre você...

Nasci em Campo Erê ainda quando não havia asfalto e algumas poucas casas. Meu pai foi o primeiro advogado da cidade e minha mãe sua secretária. Estudei na Escola Raul Pompéia no Primeiro Grau, e minhas lembranças de infância são muito boas. Foi um tempo muito feliz. Estudei o segundo grau em Francisco Beltrão e lá fiz muitos amigos. Fiz faculdade de Direito em Ponta Grossa e lá conheci o meu marido, com quem tenho dois filhos maravilhosos, que são a razão da minha vida. Sofri muito. Procuro buscar a simplicidade e desacelerar neste mundo tão corrido e complicado. Busco trilhar o melhor caminho e melhorar a cada dia. Tenho muita fé em Deus.

 

Por que indica seu livro para leitura?

"Tempo para amar, tempo para odiar" é toda a história da vida de Valentina, desde a sua infância, estuprada, surrada, açoitada, que passou fome e frio, e que ser se vingar, com todos os sentimentos que o ser humano tem em seu coração. Amor, piedade, ternura, em contrapartida com a vingança, ódio, cobiça, inveja, traição, orgulho... Não é um romance de uma mulher quase perfeita, na forma de uma princesa esperando o seu príncipe em um cavalo branco. É um drama da vida real.

Esse romance é uma grande e imperdível história que prende a atenção do leitor do início ao fim e o leva a uma verdadeira montanha russa de sentimentos: do amor ao ódio, da raiva à simpatia, da tristeza à alegria. O leitor é transportado ao mundo de Valentina, dentro de seu pobre casebre e com ela sofre e é açoitado por seu cruel pai. 


Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »