13/09/2016 às 10h26min - Atualizada em 13/09/2016 às 10h26min

Sicoob São Miguel investe R$ 53 mil em recuperação de rio e beneficia mais de 30 famílias

Divulgação

Mais de 10 quilômetros de cerca na proteção de rio e 39 famílias beneficiadas. Esse foi mais um dos projetos apoiados pelo Sicoob São Miguel, no interior do município, no chamado ‘rio Lageado Gramado’. Conforme o extensionista da Epagri, Valmir Kretschmer, o Sicoob é parceiro na realização desse projeto que tem como objetivo fazer a recuperação ambiental do rio, com base em orientar as famílias e criar alternativas para o gado que, antes do projeto, acabava consumindo dessa água diretamente no leito do rio.

            Kretschmer explicou durante a reunião realizada no dia 09 de setembro, na sede Kopalski, quando foram apresentados os resultados e relato dos benefícios do projeto para os moradores e demais envolvidos. Conforme ele, mais de 10 quilômetros de cerca foram implantados no Lageado Gramado para recompor a mata ciliar. Das 39 famílias beneficiadas, 33 possuem suas propriedades ao longo do rio, onde os animais tinham acesso e acabavam naturalmente, ocasionando desmoronamentos, provocando danos à vegetação ribeirinha e largando dejetos diretamente na água.

            Depois de realizado o projeto, o extensionista da Epagri disse que foi construído um corredor (cerca) para os animais. Em algumas propriedades, foram adquiridas mangueiras para que as famílias tenham acesso à água do rio em períodos de estiagem. Árvores frutíferas e outras espécies nativas também foram plantadas ao longo de todo esse percurso, sendo que em dois anos e meio de projeto, de modo natural, uma nova vegetação cresceu nas margens. Kretschmer detalha ainda que o Sicoob São Miguel, investiu um valor de R$ 53 mil reais para a efetivação desse projeto. “A execução e a mão de obra foi coordenada pela Epagri e executada pelos os moradores, sendo que todo o recurso financeiro foi investido pelo Sicoob São Miguel, apoiador desse grande projeto”.

 

Avaliação e perspectivas

            O presidente do Sicoob São Miguel, Edemar Fronchetti, falou sobre a importância de ver o resultado do projeto na comunidade. Segundo ele, a água do rio Lageado Gramado que desagua no rio Cambuím, é captada e transforma-se na fonte de abastecimento da cidade de São Miguel do Oeste, nesse sentido, Fronchetti menciona que além das famílias ribeirinhas, toda a sociedade é beneficiada com esse projeto. Ele cita o exemplo do Distrito do Pessegueiro, no município de Guarujá do Sul, onde foi realizada a preservação do rio também, a água foi canalizada e outros benefícios foram levados para a comunidade, bem como tem sido feito em outros municípios da região. 

Silvério Fritsch, 63 anos, é agricultor. Um dos beneficiários do projeto no interior de São Miguel do Oeste. Ele salienta que a comunidade está muito feliz com o resultado. “As árvores estão grandes, está muito bonito e limpo. Para nós é muito importante, preservar a água. Só falta agora, o povo da cidade não jogar o lixo ao longo do rio”, finalizou.


Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »