07/08/2015 às 14h00min - Atualizada em 07/08/2015 às 14h00min

Mortalidade infantil em Santa Catarina será debatida em audiência pública

Debate será realizado na Assembleia Legislativa na quinta-feira, dia 13

Redação
Santa Catarina
Imagem Ilustrativa

A situação da mortalidade infantil em Santa Catarina será o tema de uma audiência pública na Assembleia Legislativa (Alesc) na quinta-feira, dia 13. O evento irá debater as causas e mecanismos para reduzir o número dessas mortes no Estado. A entrada é gratuita e aberta para a comunidade.

De acordo com os dados do Ministério da Saúde, 15,3 de cada mil crianças brasileiras não chegam a completar um ano de idade. A taxa é a menor de todos os tempos. Em 2000, por exemplo, o índice era de 26,1. Em Santa Catarina a realidade é ainda mais positiva. O Estado tem os melhores números do país com 11,3. A taxa de mortalidade neonatal precoce, ou seja, até seis dias, também mostra a região sul no melhor lugar da lista. São 5,6 mortes a cada 1.000 nascimentos. A média nacional é de 8,1.

Com a intenção de melhorar ainda mais esses índices e, principalmente, trabalhar no enfrentamento da mortalidade infantil, que a Alesc irá debater o tema. Conselhos Estaduais e Municipais dos Direitos da Criança e Adolescente, Conselhos Tutelares e o Comitê da Mortalidade Infantil também participarão da audiência pública. O evento inicia às 13h30 no Plenarinho Deputado Paulo Stuart Wright, na Alesc. Fonte/Ascom. 


Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »