10/11/2016 às 08h32min - Atualizada em 10/11/2016 às 08h32min

Hospital São Lucas de Guaraciaba entra para rede de leitos do SUS e receberá pacientes de toda a região

Divulgação

A portaria de habilitação de novos serviços de média e alta complexidade, assinada ainda em outubro, incluiu o Hospital São Lucas de Guaraciaba na lista de unidades hospitalares credenciadas na rede de leitos do Sistema Único de Saúde. Isso representa um impacto financeiro anual de R$ 620,5 mil de recursos federais para o Hospital que receberá pacientes de toda a região.

São oito leitos de retaguarda que ficam à disposição para receber pacientes da região. Conforme o presidente da Associação Beneficente Hospitalar São Lucas, Bruno Schneider, a ação representa a sobrevivência e a manutenção da unidade hospitalar. “Temos uma equipe preparada para promover um atendimento voltado ao bem estar dos pacientes, além de uma estrutura adequada para fazer parte da rede de leitos”, afirma.

O presidente lembra que o Hospital passou por pequenas reformas exigidas pela Vigilância Sanitária e ainda investiu na aquisição de novos equipamentos e móveis. Foram R$ 600 mil aplicados em melhorias. O valor é resultado de duas emendas parlamentares.

Hoje o São Lucas possui 43 leitos, centro cirúrgico, ambulatório, raio-x, ala de recriação para crianças e serviço de obstetrícia. A equipe é formada por cinco médicos entre clínicos gerais, cirurgião e obstetra; fisioterapeuta; nutricionista; farmacêutica; seis enfermeiras; seis técnicos em enfermagem; dois técnicos no laboratório; técnico do raio-x; quatro funcionários de serviço geral, dois na cozinha e outros três na administração.   

“O trabalho para entrarmos na rede de leitos do SUS iniciou há muito tempo. Isso representa uma movimentação maior no Hospital que já estava se preparando para isso. Além das melhorias, investimos muito em capacitação dos funcionários e sabemos que isso deverá ser constante”, menciona o presidente Bruno. 

No Estado

Outras 14 unidades foram inseridas na rede de leitos com a portaria. O total do aporte anual de recursos federais nas unidades de saúde é estimado em R$ 17,6 milhões. O financiamento dos novos serviços foi viabilizado por uma série de medidas adotadas nos últimos cem dias pelo Ministério da Saúde e que resultaram em uma economia de R$ 1 bilhão.


Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »