11/11/2016 às 08h52min - Atualizada em 11/11/2016 às 08h52min

Pais dentro da sala de aula

Projeto da Escola Padre Reinaldo Stein, de Anchieta, incentiva a participação de pais e responsáveis em sala de aula

A Escola de Ensino Fundamental Padre Reinaldo Stein, da linha Prateleira, interior de Anchieta, desenvolveu durante o ano de 2016 o projeto “Aprendendo a ser melhor: pais e responsáveis em sala de aula”. O projeto envolveu 75 famílias, com um total de 103 alunos, 18 professores, três funcionários, um diretor e um assistente técnico pedagógico e teve duração de fevereiro a outubro de 2016, com um total de seis encontros.

A ideia do projeto surgiu após a equipe escolar perceber que as transformações sociais, políticas, econômicas e culturais decorrentes do impacto tecnológico provocaram diversas mudanças na dinâmica familiar e que isso reflete no ambiente escolar dos filhos. O objetivo foi compreender as experiências familiares, suas dificuldades e facilidades enquanto filhos e pais, e a partir dessas percepções construir um novo modelo educativo, trabalhando paradigmas envolvidos na educação dos pais, para contemplar os filhos com uma educação mais humanizada.

A diretora da escola, Juliane Paludo Christoff, destacou que com o projeto houve a compreensão de que fortalecer as relações familiares, é essencial para a melhoria no desempenho escolar das crianças e adolescentes. “Esse projeto proporcionou a aproximação das famílias à Escola que juntas passaram a traçar os caminhos que levam ao sucesso e a felicidade de nossos estudantes”.

Em cada encontro foi oferecido uma palestra com um terapeuta familiar, envolvendo os mais diversos assuntos como: os laços e entre laços na vida familiar, a vida sexual e afetiva do casal, impacto das discussões conjugais na vida escolar dos filhos, as diferenças entre pais e filhos - conflitos de gerações, como lidar com o dinheiro e por último sorrindo em família, diálogos e debates para troca de experiências.

Para que o projeto fosse desenvolvido foram firmadas parcerias com as empresas locais, a Associação de Pais e Professores, o Conselho Deliberativo Escolar e a comunidade local.

No final do curso todos os participantes receberam certificado de participação. “O projeto nos proporcionou a convicção de que quando a escola e a família trabalham com um mesmo objetivo os resultados são extraordinários e fica evidente a alegria, a sensação de bem estar na fisionomia dos alunos, professores e comunidade escolar. O resultado de tudo isso só pode ser uma educação de qualidade”, concluiu a diretora Juliane Paludo Christoff.


Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »