14/12/2016 às 11h29min - Atualizada em 14/12/2016 às 11h29min

Como se prevenir para envelhecer saudavelmente

Foto tirada em Canoas onde a dra. Suzanne foi presidente da Liga de Geriatria e Gerontologia da ULBRA, em 2013. Lá ela realizava um trabalho de prevenção com os idosos da comunidade

Dra. Suzanne Grimm | Guarujá do Sul e Dionísio Cerqueira | (49) 3642-0485 e 3644-4430

 

Levantamentos do IBGE dão conta de que até 2030 a expectativa de vida do brasileiro deverá atingir os 80 anos. O avanço nos tratamentos médicos e diagnósticos precoces são fatores que têm contribuído para que as pessoas possam viver mais.

No entanto devemos nos perguntar: apesar de estarmos vivendo mais será que estamos vivendo melhor? O considerável aumento no número de pacientes com doenças crônicas, câncer, distúrbios depressivos, indicam uma resposta negativa para a pergunta acima. Portanto, ao mesmo tempo em que estamos vivendo mais, estamos perdendo qualidade de vida. Claro que muitos vão perguntar: e é possível envelhecer e se manter ativo, disposto, com saúde?  A resposta é sim.  Mas para que isso ocorra devemos iniciar a prevenção mais precocemente possível, cuidando do aspecto físico e psíquico. E para ter qualidade de vida é necessário ter equilíbrio na alimentação, na hidratação, na prática de atividade física, no trabalho, no lazer, no uso de medicamentos e suplementos.

Para auxiliar neste cuidado é fundamental a procura de um profissional capacitado o quanto antes, pois algumas doenças podem ser prevenidas e tratadas se forem descobertas precocemente, e assim o paciente terá uma maior sobrevida. Por isso o governo desenvolve inúmeros grupos e campanhas de informação. Entre elas podemos destacar o grupo de hipertensos, de diabéticos, de tabagistas e campanhas como o Outubro Rosa, o Novembro Azul, de doenças sexualmente transmissíveis entre outras.

Uma boa forma de prevenção é conhecer seu corpo e sua história familiar, um exemplo disto é o câncer de mama que pode ser totalmente curável se diagnosticado com rapidez, então mulheres que tem uma familiar com a doença devem procurar seu médico de confiança para analisar a necessidade de exames complementares. Também podemos citar o câncer de próstata, que deve ser investigado precocemente em pacientes com familiares de primeiro grau que tenham a doença ou de raça negra. Já as doenças crônicas como hipertensão arterial sistêmica, diabetes mellitus, doença pulmonar obstrutiva crônica, insuficiência cardíaca podem ser prevenidas com mudanças nos hábitos de vida, adiando a necessidade do uso de medicações e tratamentos mais agressivos.

Devido a isto, vem crescendo na área da saúde as especialidades que auxiliam o paciente a melhorar os hábitos de vida e prevenir o aparecimento de doenças, preconizando um ENVELHECIMENTO SAUDÁVEL. 


Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »