04/08/2017 às 15h23min - Atualizada em 04/08/2017 às 15h23min

Brucelose preocupa

Santa Catarina está há um mês sem a realização de exames para diagnosticar a brucelose, uma doença bacteriana que atinge animais em propriedades rurais. A diretoria de vigilância epidemiológica afirmou que os kits para fazer os exames devem chegar em até sete dias.

O Estado já registrou 53 casos este ano. A brucelose pode ser transmitida a humanos e comprometer o coração, em casos mais graves. "São sintomas mais de uma febre, uma febre alta, dor articular, uma sudorese noturna, uma fraqueza, dor no corpo, um quadro mais geral. Já o quadro mais crônico da brucelose poderia ter um comprometimento até do coração, sistema nervoso central, articulações", afirmou o infectologista Rafael Farias.

A doença começa com o contágio de animais. Tanto a tuberculose quanto a brucelose podem ser transmitidas para os seres humanos através do contato direto com animais doentes, ao tomar leite cru ou comer queijo contaminado ou ainda durante o abate de animais com a doença.

A doença é comumente ligada á atividade profissional, portanto frequentemente diagnosticada em trabalhadores que lidam com gado e no beneficiamento de leite e outros derivados, os funcionários de matadouros, por terem contato direto com os animais e suas vísceras durante o abate são o grupo de risco mais acometido. Os animais infectados são abatidos e a propriedade é interditada, a doença provoca ainda queda de produção nos animais em até 15%.


Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »