09/01/2018 às 16h23min - Atualizada em 09/01/2018 às 16h23min

Bombeiros alertam sobre acidentes com animais peçonhentos e taturanas

Segundo o comandante do Corpo de Bombeiros de Iporã do Oeste, sargento Oldair Schmitz, acidentes com animais peçonhentos já foram registrados na região, e o cuidado é necessário principalmente nesta época do ano, em que serpentes, aranhas, escorpiões e taturanas aparecem com maior freqüência.

A primeira orientação caso algum desses animais seja encontrado, é acionar o 193. O sargento destaca que os bombeiros fazem a captura do animal no local onde ele for achado e, por isso, a orientação é não manter contato para evitar ferimentos.

Os animais capturados são soltos em local adequado, e as taturanas são encaminhadas para o Instituto Butantan para identificação e aproveitamento do soro usado em caso de acidentes.

Todas as rugas de forma geral provocam queimaduras quando há o contato, mas as lagartas se diferem das taturanas devido a algumas características.

O comandante do Corpo de Bombeiros de Iporã do Oeste explica que as taturanas possuem espinhos em forma de pinheirinhos de cor verde na parte superior e, além de dor, que aparece em até 72 horas, pode inclusive causar a morte da pessoa que teve contato.

A identificação das taturanas da espécie lonomias é dificultada quando elas formam colônias, pois, para se defenderem dos predadores, ficam juntas, grudadas nos troncos das árvores, formando desenhos como se fossem um nó no tronco ou parte da folhagem.

O sargento afirma que, em caso de dúvidas, é importante acionar os bombeiros para a identificação, ou ao menos mandar fotos para a guarnição.


Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »