19/01/2018 às 08h56min - Atualizada em 19/01/2018 às 08h56min

Vídeo mostrando o descaso com as rodovias do Extremo Oeste tem grande repercussão

No fim da manhã de ontem, quinta-feira dia 18, a equipe do Jornal Sentinela do Oeste gravou um vídeo mostrando a situação da BR-163 entre Dionísio Cerqueira e São José do Cedro. No vídeo o Jornalista Igor Vissotto mostra os buracos em alguns trechos da rodovia e diversas calotas e restos de pneus na pista, prova do grande prejuízo que a má conservação das rodovias causa a todos que trafegam pelo local. 

O registro, publicado em nossa página do Facebook. tem mais de 26 mil visualizações, centenas de comentários e compartilhamentos, em menos de 24 horas. 

O descaso gerou revolta dos internautas, que se manifestaram mostrando a indignação com o estado das rodovias. 

Outro vídeo que mostra a situação da rodovia SC-161, entre Flor da Serra do Sul e Palma Sola também repercutiu. você pode conferir aos vídeos acessando a página do Sentinela no facebook através do link: https://www.facebook.com/sentineladooeste/

Ainda no dia de ontem a Justiça Federal em São Miguel do Oeste determinou o prazo de 90 dias para que sejam retomadas as obras de ampliação e restauração no trecho da BR-163, que liga os municípios de São Miguel do Oeste e Dionísio Cerqueira. A decisão é parte de um conjunto de pedidos liminares feitos pelo Ministério Público Federal em Santa Catarina (MPF/SC) e deve ser cumprida pela União e pelo Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (Dnit). Também está prevista a adoção de medidas administrativas e orçamentárias.

Entretanto, antes da retomada das obras, num prazo de 30 dias, um plano de execução deverá ser elaborado pelo Dnit e apresentado em juízo, contendo um cronograma físico-financeiro, discriminando as etapas e os prazos para a execução das atividades na BR-163. O juiz Márcio Jonas Engelmann fixou multa diária de R$ 5 mil no caso de descumprimento dessas determinações.

O MPF/SC havia solicitado ainda a realização de eventos públicos periódicos para informar a população sobre o andamento das obras na rodovia. Também a nomeação de um perito judicial para proceder vistorias na BR-163/SC, a fim de identificar e analisar os prejuízos causados aos cofres públicos em razão dos serviços já executados, mas que acabaram se deteriorando devido ao abandono da obra. A decisão a respeito do pedido foi postergada e será analisada após a apresentação da defesa.

 


https://www.facebook.com/sentineladooeste/
Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »