29/01/2018 às 08h54min - Atualizada em 29/01/2018 às 08h54min

Rapaz é preso suspeito de assassinar o avô em Guarujá do Sul

Imagem Ilustrativa

O jovem Alex de Macedo, 19 anos, foi preso em Guarujá do Sul, depois que a PM foi acionada para investigar o desaparecimento de Pedro Vargas de Macedo, 67 anos.

O idoso iria ao Mato Grosso visitar parentes, porém, não chegou ao destino. Ele estaria desaparecido desde o dia 21 de janeiro. Familiares matogrossenses fizeram contato com os parentes de Guarujá do Sul em busca de informações. Então, no sábado durante o dia, a Polícia Militar foi informada sobre o desaparecimento. Os policiais orientaram a família a acionar a guarnição assim que algo novo acontecesse.

Na noite de sábado, os parentes de Pedro de Vargas Macedo chamaram a PM, depois que um homem chegou ao local com a chave da residência do homem desaparecido. Ele disse ser amigo do neto de Pedro, o qual teria lhe pedido para buscar umas roupas na casa.

Quando a guarnição chegou ao local, parentes já haviam entrado na casa. Os policiais localizaram manchas de sangue no quarto do idoso, até então, desaparecido. Então, iniciaram as buscas pelo neto de Pedro de Vargas Macedo.

Ele foi encontrado no centro de Guarujá do Sul e preso. Na ocasião, informou aos policiais que o corpo do avô estaria entre linha Maidana e Pessegueiro. E, então, foi encaminhado à Delegacia de Polícia Civil de São José do Cedro.

Ainda com o auxílio do PPT de São Miguel do Oeste o corpo do idoso foi localizado em uma ribanceira, já em estado de decomposição. A Polícia Civil e o IGP também foram acionados e apuram a causa da morte, bem como, a motivação do crime. A suspeita é que ele tenha sido morto com golpes de barra de ferro. A Polícia investiga agora a motivação do crime que deixou a comunidade revoltada, já que o suspeito foi criado como filho pela vítima. Pedro Vargas será velado e sepultado em Seara onde residem outros familiares.

Fonte: Rádio Integração e Rede Peperi


Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »