21/03/2019 às 13h47min - Atualizada em 21/03/2019 às 13h47min

Michel Temer e Moreira Franco são presos pela Lava Jato do RJ

O ex-presidente Michel Temer foi preso em São Paulo na manhã desta quinta-feira (21) pela força-tarefa da Lava Jato do Rio de Janeiro. Os agentes também prenderam o ex-ministro Moreira Franco no Rio e o coronel João Baptista Lima Filho, amigo de Temer. A PF cumpre, ao todo, 10 mandados de prisão.

Leia a íntegra da ordem de prisão

Temer falou por telefone ao jornalista Kennedy Alencar, da CBN, no momento em que havia sido preso. ex-presidente afirmou que a prisão "é uma barbaridade".

Resumo
  • O juiz Marcelo Bretas, da Lava Jato do Rio, ordenou a prisão de Michel Temer e mais 9 pessoas
  • Temer foi preso em São Paulo e será levado ao Rio
  • A investigação está relacionada às obras da usina nuclear de Angra 3
  • O MPF diz que o consórcio responsável pela obra pagou propina ao grupo de Teme
  • Uma reforma no imóvel da filha de Temer, Maristela, teria sido usada para disfarçar o pagamento de propina
No pedido de prisão, o juiz Marcelo Bretas argumenta que Temer é "líder da organização criminosa" e "responsável por atos de corrupção".

Prisão de Temer

Temer foi abordado por policiais federais na rua, em São Paulo. Desde quarta-feira (20), a PF tentava rastrear e confirmar a localização de Temer, sem ter sucesso. Por isso, a operação prevista para as primeiras horas da manhã desta quinta-feira atrasou. A PF estava na porta da casa de Temer e, ao perceber a saída de um carro do local, seguiu o veículo e realizou a prisão.

Preso, Temer foi levado para o Aeroporto de Guarulhos, onde vai embarcar em um voo e será levado ao Rio de Janeiro em um avião da Polícia Federal.

Por telefone, o advogado de Temer, Brian Prado afirmou que ainda está estudando a decisão e não tem como fazer nenhuma avaliação sobre o caso.

Cristiano Benzota, advogado de defesa do Coronel Lima, disse por telefone que não vai falar nada por enquanto.

A prisão de Temer é preventiva, ou seja, com prazo indeterminado.
 
Ao todo são dez mandados de prisão: duas temporárias (com prazo de cinco dias) e oito preventivas. Agentes também cumprem 26 mandados de busca e apreensão no Rio de Janeiro, em São Paulo, no Paraná e no Distrito Federal.

Quem Bretas mandou prender
  1. Michel Miguel Elias Temer Lulia, ex-presidente - prisão preventiva
  2. João Batista Lima Filho (coronel Lima), amigo de Temer e dono da Argeplan - prisão preventiva
  3. Wellington Moreira Franco, ex-ministro do governo Temer - prisão preventiva
  4. Maria Rita Fratezi, arquiteta e mulher do coronel Lima - prisão preventiva
  5. Carlos Alberto Costa, sócio do coronel Lima na Argeplan - prisão preventiva
  6. Carlos Alberto Costa Filho, diretor da Argeplan e filho de Carlos Alberto Costa - prisão preventiva
  7. Vanderlei de Natale, sócio da Construbase - prisão preventiva
  8. Carlos Alberto Montenegro Gallo, administrador da empresa CG IMPEX - prisão preventiva
  9. Rodrigo Castro Alves Neves, responsável pela Alumi Publicidades - prisão temporária
  10. Carlos Jorge Zimmermann, representante da empresa finlandesa-sueca AF Consult - prisão temporária

Fonte: G1
Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »