26/03/2019 às 08h28min - Atualizada em 26/03/2019 às 08h28min

Temer é solto e Ministério Público afirma que vai recorrer da decisão

A ordem de soltura do ex-presidente Michel Temer e de outros presos na última semana em mais uma fase da Operação Lava Jato da Polícia Federal gerou revolta no Ministério Público Federal.

Em nota, o MPF informou que vai recorrer da decisão liminar do Tribunal Regional Federal da 2ª Região.

A assessoria de imprensa do órgão informou que a expectativa é recorrer para que os habeas corpus sejam julgados pela Primeira Turma do tribunal na sessão desta quarta-feira, 27, porém, a inclusão na pauta cabe somente ao tribunal.

A força-tarefa da Lava-Jato reafirmou, também em nota, que as razões para as prisões preventivas são robustas.

O ex-presidente Michel Temer foi preso na última semana sob acusação de chefia uma organização criminosa que recebeu R$ 1 milhão em propinas obre o contrato de construção da usina nuclear de Angra 3. 

De acordo com o MPF, o montante de propinas solicitadas, pagas ou desviadas pelo grupo do ex-presidente chega a R$ 1,8 bilhão.

Segundo a Procuradoria, a organização age há 40 anos obtendo vantagens indevidas sobre contratos públicos.

O ex-presidente nega qualquer envolvimento.

Fonte: NSCTOTAL/ Rede Peperi 


Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »