27/03/2019 às 08h50min - Atualizada em 27/03/2019 às 08h50min

Ação da blitz ecológica ocorre em Campo Erê

 

A ação foi coordenada por Gilberto Pilla, da Polícia Militar Ambiental, na manhã desta terça-feira, 26, em Campo Erê.

Foram entregues panfletos com orientações e informações sobre a araucária e o pinhão. De acordo com o policial, o objetivo é levar informação à população sobre a colheita e comercialização do pinhão antes da época.

Além de Campo Erê, a blitz ocorreu também em Palma Sola. Segundo Pilla, os dois municípios foram escolhidos por estarem na área de floresta ombrófila mista, onde a araucária é dominante. Por esse motivo, a Polícia Ambiental trabalha com a conscientização e preservação. Ele explica que a colheita, antes do prazo, da pinha, deixa a espécie vulnerável, pois as sementes não estão totalmente formadas. O período de colheita é permitido somente a partir do dia 01 de abril.

A ação contou com a participação dos protetores ambientais. De acordo com o policial ambiental, os estudantes participaram do programa de Protetor Ambiental em municípios da região, sendo desenvolvido pela Polícia Militar Ambiental. Segundo Pilla, a participação deles nessas atividades é uma contrapartida depois de terem participado de um curso de 180 horas. Os protetores tê a incumbência de se envolver em ações e eventos que são necessários, tanto para o desenvolvimento deles, quanto para levar informações à população.

Fonte: Rede Peperi 


Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »