25/04/2019 às 08h32min - Atualizada em 25/04/2019 às 08h32min

O simbolismo da Páscoa

Crianças da rede municipal de ensino de Palma Sola participam de atividades alusivas à Páscoa

Para reforçar o simbolismo da Páscoa entre as crianças, neste ano a Secretaria Municipal de Educação de Palma Sola criou o Espaço do Coelho, em frente a paróquia Nossa Senhora das Graças. Segundo a tradição, o coelho é o símbolo da fertilidade, da esperança e da vida nova, e assim representa a ressureição de Cristo.

O Espaço do Coelho ficou aberto à visitação durante o mês. A diretora da creche Fada Madrinha, Analigia Rampanelli, destaca que as crianças ficaram encantadas ao visitar o local. “Os olhos deles brilham de ver os coelhos, de chegar perto, ver que eles são grandes e que têm um espaço para eles brincarem, desenharem. A gente vê que isso é um resgate da Páscoa da nossa infância, de onde o coelho era um dos símbolos dessa época”, afirma.

O Espaço do Coelho foi um local pensando para as famílias visitarem, e fazerem registro das crianças com os coelhos de pelúcia. Localizado à sombra de uma grande árvore, tornou-se um lugar onde as famílias visitavam para confraternizar e compartilhar um chimarrão. Ao todo eram 12 coelhos grandes e mais os pequenos. Toda a decoração foi confeccionada pelos colaboradores da Secretaria de Educação em parceria com uma artesã do município.

Na semana passada, os alunos foram visitar a praça, e na quarta-feira, dia 17, houve apresentações e a visita do coelho, que encantou os pequenos. Durante a manhã e tarde os alunos eram conduzidos até à praça onde cada turma apresentou um número. Muitos pais e mães foram até a praça para acompanhar as apresentações e tirar foto com os pequenos, o orgulho era visível e a alegria das crianças também.

No fim das apresentações a visita especial era o grande Coelho que aparecia para dançar com os pequenos e distribuir pirulitos. Os olhinhos atentos das crianças transbordavam o encantamento com o momento. “É o coelho de verdade!”, diziam muitos, se cutucando, apontando e olhando admirados a grande figura que pulava e dançava ao redor deles.

Além disso, neste ano as merendeiras e diretoras da rede municipal confeccionaram doces artesanais que foram distribuídos para as crianças. Ao todo foram produzidos cerca de 2 mil doces. De acordo com a secretária de Educação, Rosa Vargas, todos os alunos da rede municipal de ensino receberam os doces confeccionados pela equipe. “Os profissionais da educação envolveram-se e colocaram a mão na massa para fazer os doces. Tudo foi feito com muito carinho e amor para alegrar o dia delas”, enfatizou a secretária Rosa.
Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »