02/05/2019 às 10h20min - Atualizada em 02/05/2019 às 10h20min

Campanha de combate ao tracoma

A estratégia da unidade de saúde é tratar precocemente o tracoma que acomete as crianças para evitar possíveis agravos

Equipe da Secretaria de Saúde de Palma Sola realiza campanha de combate ao tracoma. A estratégia da unidade de saúde é tratar precocemente o tracoma que acomete as crianças para evitar possíveis agravos que a bactéria causa à saúde dos olhos. A principal atenção é dada as crianças, pois elas são mais suscetíveis ao tracoma.

Na terça-feira, 23 de abril e na quinta-feira, dia 25, no Núcleo Fundamental de Ensino Libório Romildo Kuhn, ocorreu a campanha de combate ao Tracoma e trabalho de conscientização contra a dengue. Participaram da campanha, agentes de saúde, vigilante sanitária, enfermeiras e a responsável técnica da GEURA- Gerência de Agravos da UDVE da 1ª Gersa/SMO de Santa Catarina, enfermeira Andreia Lopes. Aproximadamente 500 crianças foram atendidas nestes dois dias de intenso trabalho da equipe de profissionais da saúde.

A secretária de Saúde, Débora Prevedello, que acompanhou os trabalhos, explica que o diagnóstico do tracoma é essencialmente clínico e realizado por meio de exame ocular externo, onde buscam-se os sinais clínicos de presença de folículos e cicatrizes na conjuntiva palpebral superior e alterações na posição dos cílios. “É mais fácil contrair o tracoma em ambientes coletivos, como escolas e creches. O tracoma é uma doença dos olhos que ocorre, principalmente, em crianças e é causa por uma bactéria. Ele causa problemas de visão e pode levar a cegueira. O tratamento é fácil e é oferecido gratuitamente na rede Municipal de Saúde”, explica Débora.
Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »