16/05/2019 às 08h38min - Atualizada em 16/05/2019 às 08h38min

Bancada de deputados do Oeste debate recolhimento de carcaças de animais

A Bancada do Oeste, grupo de deputados que atua na Assembleia Legislativa em favor dos pleitos da região, realizou na manhã desta quarta-feira um novo encontro. Um dos temas debatidos foi a retomada do recolhimento de carcaças de animais mortos nas propriedades rurais.

A reunião também contou com a participação de representantes da Cidasc e da Fecam.

Conforme o deputado Mauro de Nadal (MDB), autor da Lei 16.750, de 2015, que regulamenta o procedimento para a retirada das carcaças, o serviço está na iminência de ser interrompido pela falta de rentabilidade das empresas que atualmente realizam os serviços sob a supervisão da Cidasc.

Os animais, que antes da entrada em vigor da lei eram enterrados nas próprias propriedades, gerando riscos ao meio ambiente, atualmente são recolhidos e enviados por estas empresas a um ponto de recepção montado no município de Videira, onde são transformados em farinha e biodiesel.

Para o deputado, o projeto piloto, autorizado pelo governo federal, precisa ter continuidade devido a importância para os municípios e meio ambiente.”

Já o deputado Moacir Sopelsa (MDB) destacou que cada ano são registrados mais de 700 animais mortos nas propriedades rurais catarinenses, que podem voltar a não ter uma destinação correta caso o projeto não tenha sequência.

Presente à reunião, o secretário de Estado da Agricultura e Pesca, Ricardo Gouvêa, defendeu a necessidade de que o projeto catarinense seja encampado pelo governo federal, que se encarregaria de elaborar uma normativa regulamentando a iniciativa em todo o território nacional e também criaria um certificado para permitir a exportação dos produtos derivados do beneficiamento das carcaças.

Ao final, ficou acertado que a Bancada do Oeste buscará uma audiência com a ministra da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Tereza Cristina Corrêa da Costa Dias, para tratar do tema. Também ficou definido que serão convidados para o encontro representantes da bancada federal catarinense, da Embrapa e da Cidasc.

Também participaram da reunião a coordenadora da Bancada do Oeste, a deputada Marlene Fengler (PSD), a deputada Luciane Carminatti (PT), os deputados Nilso Berlanda (PR) e Fabiano da Luz (PT), o assessor financeiro da Fecam, Alison Fiuza, e a presidente da Cidasc, Luciane de Cássia Surdi.

Fonte: Assembleia Legislativa de Santa Catarina/ALESC


Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »