22/05/2019 às 09h13min - Atualizada em 22/05/2019 às 09h13min

Anchieta realiza mais um Chá Literário

Neste ano, o autor homenageado durante as atividades foi o Ziraldo, criador do personagem Menino Maluquinho

Na semana passada, durante os dias 13, 14 e 15 a rede municipal de ensino de Anchieta participou da realização e mais um Chá Literário. O Centro dos Idosos foi preparado e decorado para receber as crianças do município que ouviram histórias, assistiram representações teatrais e puderam degustar um gostoso chá enquanto conheciam mais sobre Ziraldo, o escritor homenageado neste ano.

Conforme a professora Claudete Junges, essa foi a sétima edição do evento em Anchieta. “Foi trabalhado a biografia do Ziraldo, com a contação de histórias e apresentação de teatros a partir das obras do autor. Depois as crianças tiveram show de mágica, e puderam ver de perto algumas das obras feitas pelo Ziraldo, como o personagem Maluquinho que estava caracterizado”, conta.

 Durante os três dias, a leitura foi trabalhada de forma mais lúdica com as crianças. “O simples fato de ter lido o livro e falar pra eles sobre a história já é uma grande propaganda. Teve, por exemplo, uma criança do primeiro ano que quando encontrou a professora já abriu a mochila mostrando qual livro havia pegado para ler”, exemplifica Claudete, destacando que esse é o principal objetivo: despertar nas crianças o gosto pela leitura.

Dentre o conteúdo apresentado, foi contada a história dos Meninos Morenos, do Menino Maluquinho e os 10 amigos, e a história do livro Flicts. “Houve o envolvimento de todos os professores da rede e de voluntários para fazer o chá, decorar o espaço e fazer deste um momento diferente. Foi uma mobilização de muitas pessoas. As crianças amam, elas entram na história. Nós dizemos que o chá é mágico, dizemos que torna eles mais criativos, com capacidade de serem tão geniais quanto Ziraldo. É um momento bonito de fazermos algo diferente, de uma forma que nos deixa melhores, mais ricos, conhecendo uma variedade literária e trabalhando a diversidade cultural do nosso país ”, salienta Claudete.

Conforme a Técnica em Planejamento Educacional, Leonita Souza, o Chá Literário é um momento para homenagear os grandes autores brasileiros, como Monteiro Lobatto, Vinícius de Moraes e Ziraldo. “São momentos de muito despertar para o gosto do ler, escrever, interpretar, por meio de histórias contadas e encenadas por professores. É muito importante também à experiência de manusear os livros, interagir em atividades propostas, contemplar um cenário bem elaborado alusivo ao tema e ao escritor. Além disso, o Chá é sentido como algo mágico pela maioria das crianças”, finaliza.
Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »