26/06/2019 às 11h40min - Atualizada em 26/06/2019 às 11h40min

Nova polêmica sobre a UPA em Cedro

Município anuncia que ingressará com ação no Judiciário pedindo a demolição da Unidade Prisional Avançada

Na semana passada foi realizada uma reunião no gabinete do prefeito Plínio de Castro, onde o gestor da Unidade Prisional Avançada, Silvio Gutz, tentava viabilizar as negociações para o projeto de trabalho externo dos apenados.
Silvio explicou que o projeto tenta possibilitar aos detentos, de bom comportamento e que já cumpriram boa parte de suas penas, um trabalho externo, por meio de um convênio, utilizando a mão de obra de detentos em ações do serviço público. "É um projeto que julgo importante para a ressocialização do preso e, inclusive para a sociedade que depois do cumprimento da pena irá receber essa pessoa", comenta Silvio.
Após vários argumentos dos agentes, o prefeito Plínio de Castro lembrou que a comunidade não vê com bons olhos a permanência da Unidade no município, por várias questões, como o mau cheiro, a situação da estrutura que não possui a documentação necessária e nem a segurança que a comunidade quer para o local. “Essa questão já começou errada quando em 2013, quando membros do Judiciário e do Ministério Público, juntamente com o representante da Secretaria de Justiça e Cidadania, foram até a Câmara de Vereadores e falaram para a comunidade Cedrense que a Unidade que seria instalada em São José do Cedro seria para até 50 presos, hoje conta com mais de 100 apenados”, disse Plínio.
Ainda conforme o prefeito, o local não possui alvará de construção permitindo as ampliações que foram feitas. “Por isso, o setor de fiscalização do município embargou a obra”, explicou.
Diante de todas essas questões, o prefeito anunciou que o município vai entrar na justiça solicitando a demolição da Unidade Prisional Avançada – UPA de São José do Cedro. “Vamos aguardar a manifestação do judiciário para depois poder tomar alguma outra providência”, encerrou o prefeito.
Participaram também o coordenador do Núcleo de Inteligência Prisional, Rafael Meira de Moura, o assessor jurídico Dirceu Rodrigues e o gerente laboral Adelmo Keller, além do Juiz da Comarca, Rafael Britto. A presidente da Câmara de Vereadores Isoldi Will e demais vereadores, vice-prefeito José de Conto, secretários, assessoria jurídica do município e da Câmara de Vereadores e servidores municipais também estiveram presentes.
Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »