08/04/2020 às 17h58min - Atualizada em 08/04/2020 às 17h58min

Uma Semana Santificadora

Coluna de opinião do jornal impresso

Semana santificadora é como poderíamos chamar esta semana que iniciou domingo. Pela primeira vez na história, tivemos um Domingo de Ramos sem procissão e com Igrejas vazias. Pela primeira vez se ouviu um padre, bispo ou pastor dizer: “A missa é tal hora, mas fique em casa e acompanhe pelos meios de comunicação.” Sinais do fim dos tempos? Pode ser ou certamente que é?
Caro leitor, sinta-se livre para discordar e eu respeito seu ponto de vista. Eu prefiro dizer que este é um sinal dos tempos que vivemos. Não se encontrava mais tempo para encontrar a família, momentos a só eram raros. Tudo girava em torno de trabalho, esportes ou lazer. Isso verdadeiramente é necessário, porém, existem prioridades mais preciosas como família, descanso e saúde.
Se hoje celebramos o Domingo de Ramos, no próximo dia 9 será Quinta- Feira Santa, dia este em que celebraremos a instituição da Eucaristia. Também neste dia será lembrado o “Lava Pés” (ocasião em que Jesus lavou os pés de seus apóstolos). No dia 10, relembramos a Sexta-Feira da Paixão de Cristo. Já no Sábado Santo, celebraremos a “Vigília Pascal” para no dia seguinte celebrarmos o Domingo de Páscoa. Por todas essas datas sagradas, eis o título que dei a esse texto, de semana santificadora. Ainda que seja um ano desafiador, creio eu, não operam forças das circunstâncias. Eu creio firmemente que tudo se dá pelos desígnios de Deus pois, nada está fora de seu controle.
“Portanto, até os fios de cabelo da vossa cabeça estão todos contados. Não temais! Valeis muito mais do que milhares de pardais.” (Lc12:7).
Assim é que caminhamos para a “Páscoa da Ressurreição do Senhor”, com a mesma ou ainda maior fé e esperança de renascer como homem novo.

Feliz Páscoa
Reinaldo Guimarães
Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »