29/04/2020 às 16h10min - Atualizada em 29/04/2020 às 16h10min

Barreira sanitária em Guarujá do Sul

Assessoria
A Secretaria de Saúde de Guarujá do Sul, em parceria com o Corpo de Bombeiros e Polícia Militar, Polícia Civil, Vigilância Sanitária, Vigilância Epidemiológica e Associação Hospitala e Câmara municipal de Vereadores, realizará a barreira sanitária no trevo de acesso ao município, a partir desta quinta-feira (30). O objetivo é fiscalizar e orientar o trânsito de pessoas de outros locais em território guarujaense, desta forma, serão fechadas todas as saídas e entradas secundárias da rodovia BR 163, sendo liberado um único acesso ao centro da cidade pelo trevo, na rua Otavio Dill.
A barreira se estende até segunda-feira (04), em escalas de seis horas com cada equipe. Será feita a coleta de dados e informações pessoais, cidade de origem, objetivo da visita no município e período que permanecerá em Guarujá do Sul e medição de temperatura das pessoas. Também será mantido contato via telefone com o visitante para monitoramento de sintomas.
A secretária de Saúde, Franciane Baseggio, destaca que esta é uma medida preventiva, tendo em vista os casos já registrados na região. “Estamos adotando várias medidas preventivas para que o coronavírus não circule no nosso município, e nesse enfrentamento é importante a colaboração da população. A barreira é uma forma de monitorar pessoas que entrem em Guarujá e com quais pessoas ela terá contato, assim, se surgir algum caso, temos noção de quem entrou em contato com essa pessoa. Municípios da nossa região registraram casos de pessoas que vieram de outros locais e isso nos preocupa muito, devido a facilidade e velocidade de contaminação desse vírus. É importante que a população entenda e faça a sua parte, use máscara, higienize as mãos e só saia de casa para o que for estritamente necessário.
Para o prefeito Claudio Junior Weschenfelder, o momento requer muita atenção e a prevenção é extremamente necessária. "Nossa região dispõe de uma estrutura muito limitada de saúde para tratamento intensivo, com número reduzido de leitos de UTI e de respiradores mecânicos. O ideal seria que as pessoas não se deslocassem de um município para outro para motivos de visita, mas como verificamos que durante o feriado de Páscoa tivemos muitas pessoas de outras regiões, o comitê local decidiu pela implantação da barreira durante este feriadão de 01 de Maio", argumenta o prefeito, pedindo a colaboração das pessoas durante a realização da barreira.
Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »