07/10/2015 às 11h02min - Atualizada em 07/10/2015 às 11h02min

Projeto da privatização da Celesc tem apoio de PSDB, PSD e PMDB

Moção foi apresentada pelo deputado estadual Dirceu Dresch

Redação
Brasil
Divulgação

Moção apresentada pelo deputado estadual Dirceu Dresch (PT) contra o Projeto de Lei 555/2015, em trâmite no Senado, recebeu forte manifestação de apoio das bancadas do PMDB, PSDB, PSD, PT e de parlamentares de outros partidos, durante votação no plenário, na tarde de terça-feira. Conforme Dresch, o projeto abre o capital acionário de empresas públicas e pode possibilitar a privatização de empresas como a Celesc. A moção foi aprovada por unanimidade e será enviada ao presidente do Senado, solicitando a retirada da matéria de tramitação e sua rejeição.

O projeto 555/2015 tramita em regime de urgência no Senado Federal e pode ser votado nos próximos dias. Dispõe sobre a responsabilidade das sociedades de economia mista e empresas públicas nos estados, Distrito Federal e municípios.  Conforme Dresch, o projeto estabelece um prazo de dez anos para que as ações preferenciais, sem direito a voto, sejam convertidas em ações ordinárias, com direito a voto.  Na prática, a proposta abre o capital acionário das  empresas públicas e possibilita que acionistas hoje minoritários assumam a direção de empresas estatais como a Celesc.

Durante a votação da moção, os deputados Antonio Aguiar (PMDB),  Fernando Coruja (PMDB), Leonel Pavan (PSDB) e Darci de Matos (PSD) ocuparam o microfone de aparte para manifestar apoio à proposta em nome de suas bancadas. 

 


Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »