02/06/2020 às 14h11min - Atualizada em 02/06/2020 às 14h11min

Administração palmassolense efetua obras importantes

Estão sendo realizadas obras na cidade e interior e também pavimentação asfáltica em inúmeras estradas

A administração municipal de Palma Sola iniciou obras importantes no município, como a adequação de fluxo na Unidade Básica de Saúde, começada há 15 dias e em processo de finalização; onde foram investidos aproximadamente R$ 30 mil em recursos próprios. Também foi feito o esquadro do Centro de Múltiplo Uso do Bairro Palmares, licitado dia 29 de abril, onde a empresa EKX Engenharia foi a vencedora; a previsão de conclusão é de 120 dias. A licitação foi aberta em aproximadamente R$ 237 mil e a empresa venceu por R$ 188 mil; este recurso virá do governo do Estado, através do PSD (Partido Social Democrático).
O prefeito do município, Cleomar Mantelli, popular Kiko, relata que para este mês de junho estão previstas pinturas nos meios fios e nas faixas de pedestres das principais ruas da cidade, onde também serão aplicados taxas, tachões e placas de advertência. A obra durará apenas uma semana, e serão investidos aproximadamente R$ 75 mil.
Há três meses, em parceria com o Sicoob, a administração está executando obras em uma área de nascente de água, o Parque Linear no Bairro Sol Nascente. A obra iniciou com a coleta de lixo depositada no local irregularmente, após isso, executou-se a tubulação. A finalização da obra está prevista para o final do ano; o custo estimado é de aproximadamente R$ 150 mil.
 
Pavimentação asfáltica
No dia 10 deste mês será realizado uma licitação de R$ 500 mil para pavimentação asfáltica de algumas ruas do município, onde serão investidos cerca de R$ 300 mil em recursos próprios e o restante em emenda parlamentar do deputado federal Celso Maldaner (MDB). Entre as ruas que receberão melhorias estão: pavimentação em C.A.U.Q (Concreto asfáltico Usinado a Quente) e sinalização Viária da Rua Dona Cecilia – centro, com área de 1.085,53m² e Rua Rene Francisco Damo – centro, com área de 1.230,00m².
Além dessas, haverá o prolongamento da Av. Catharina Seger – centro, com área de 366,55m² e também da Rua de acesso ao Corpo de Bombeiros – centro, com área de 475,00m². Serão implantadas faixas elevadas e quebra-molas de acordo com a localização dos projetos, com área de 262,10 m², totalizando uma área de 3.419,18 m², a ser pago com recursos próprios do município.
 
Obras no interior
No interior do município há obras em andamento na Linha Progresso do Oeste, onde estão sendo feitas reformas e ampliações no ginásio de esportes: adequação da churrasqueira, arquibancada, copa e cozinha. Recursos na ordem de R$ 285 mil. Além dessa, iniciou-se a execução da obra na estação de tratamento da Linha Brasil. A primeira etapa deverá custar aproximadamente R$ 400 mil, deste valor, R$ 170 mil são provenientes do ex-deputado César Valduga (PCdoB) e o restante em recursos próprios.
Ademais, estão sendo realizadas manutenções e cascalhamento nas estradas rurais. No momento os serviços ocorrem na linha São Vicente. De acordo com o prefeito, são cerca de 5 quilômetros de cascalhamento na via. "Dessa forma propiciamos aos agricultores melhores condições de trafegabilidade. Esse era um pedido da comunidade e conseguimos estar atendendo nessa semana", salienta.
Os trabalhos da secretaria seguem cronogramas, assim as equipes vão para determinada comunidade e já realizam os serviços nas comunidades vizinhas, seguindo as necessidades. Ação que gera economia para os cofres públicos e agiliza os trabalhos.
 
Iluminação de led
A administração está realizando um importante processo de substituição das lâmpadas de sódio para as de led na iluminação pública. A Rua Vicente Mário Dal Ponte e outra do Bairro Azaleia já receberam as substituições; nas demais serão trocadas conforme disponibilidade orçamentária. A ação compreende um investimento aproximado de R$ 12 mil na troca de 28 pontos de luz. “A nossa previsão é ir trocando as lâmpadas gradativamente, conforme a disponibilidade orçamentária. Devido todos os investimentos serem próprios” diz a secretária de administração, Izabel Vissotto.
As lâmpadas de led possuem durabilidade de até cem mil horas – cinco vezes a mais do que as tradicionais. Em relação a luminosidade haverá um aumento de 75% e a economia aproximada é de 60% em relação as lâmpadas de sódio. “A lâmpada de led não emite calor, tem um raio maior de iluminação e não é um chamarisco para insetos. Ela também não prejudica as plantações. Vivemos em uma área urbana, mas somos rodeados de plantações de soja e milho. São vários fatores positivos: economia, durabilidade, qualidade e eficiência”, continua.
Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »