10/07/2015 às 11h00min - Atualizada em 10/07/2015 às 11h00min

Coopertradição entrega bonificação

Unidade de Palma Sola entregou R$ 117,5 mil. O valor foi dividido entre 25 associados fidelizados

Igor Vissotto/Francieli Perondi
Palma Sola
Produtores de grãos em Palma Sola Ademir Link e Jaime Link, presidente da Coopertradição Julinho Tonus e Rogério Calgaro (foto: ASO/Igor Vissotto)

Na semana passada a cooperativa Coopertradição, unidade de Palma Sola, realizou a entrega de bonificação para seus associados. Ao todo 25 associados fidelizados à cooperativa receberam um montante de R$ 117,5 mil. Conforme explica o gerente da unidade da Cooperativa em Palma Sola, Valdenir Barbieri, a bonificação é referente à entrega do trigo da safra 2014/2014, ou seja, as sementes que foram plantadas e entregues no ano passado.

O gerente explica ainda que a bonificação é um incentivo a mais para o associado que é fidelizado à cooperativa. “A Coopertradição tem um programa de fidelização, e esses produtores que receberam a bonificação são associados fidelizados. O associado que menos vai receber nessa entrega de bonificação receberá R$ 260 reais e o que mais entregou grãos e ajudou na movimentação da cooperativa vai receber R$ 32 mil em bonificação, referente ao plantio de trigo”, explicou Barbieri.

O presidente da Coopertradição, Julinho Tonus, adianta que os associados fidelizados receberão no dia 23 de dezembro a bonificação referente ao plantio de milho, soja e feijão. “Essa bonificação faz parte de um projeto que lançamos em 2014 para 2015. Ao todo a Coopertradição conta com 1.057 associados, sendo que destes, 350 são fidelizados e representam 80% da movimentação da cooperativa”, destaca Julinho.

O presidente da cooperativa explica ainda que serão distribuídos ao todo R$ 5 milhões em bonificação para todos os associados fidelizados da cooperativa. “Esse programa de fidelização ajuda a cooperativa, para que possamos montar um programa de planejamento estratégico de investimento e ganho, e ajuda o cooperado que recebe um retorno financeiro sobre o que produz. Além disso, no fim do ano, todos os associados devem receber, percentualmente a sua movimentação dentro da cooperativa, um montante de R$ 3 milhões, referentes às sobras do ano”, detalha Julinho.

O presidente da cooperativa falou ainda sobre os investimentos. “Em Palma Sola a Coopertradição está investindo em mais um secador, para melhorar o fluxo de grãos durante a colheita. No ano passado fizemos dois grandes silos, estamos ampliando o depósito, construindo um estacionamento coberto para o cooperado, e planejando industrializar produtos, quem sabe aqui em Palma Sola. A cooperativa chegou com humildade, mas trabalhamos com seriedade, transparência, e oferecemos segurança ao nosso associado que ainda conta com o retorno em bonificação e participação das sobras”, detalha.

Inor Mantelli é lavoureiro de Palma Sola, e associado fidelizado da cooperativa. “A bonificação é um grande incentivo para que nós continuemos a plantar e trabalhar com a Coopertradição. Esta cooperativa é nova e vem com umas propostas diferentes e atrativas para os associados”, afirmou.

Dário Valdenir Griebeler, também é associado da cooperativa. “A Coopertradição é a primeira cooperativa com quem trabalho que tem esse programa de bonificação. Hoje vejo que trabalhar com cooperativas é mais lucrativo e transparente para os produtores devido ao retorno que temos, com bonificações e sobras”, finalizou. 


Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »