14/07/2020 às 11h26min - Atualizada em 14/07/2020 às 11h26min

Campanha de doações chega a R$ 1.800

Há alguns meses iniciou-se uma campanha em prol do palmassolense Isaías de Oliveira, que solicitava R$ 2 mil para a realização de exames. O valor se aproxima, mas os gastos aumentam constantemente

O palmassolense Isaías Alves de Oliveira, de 30 anos, está passando por uma série de exames e avaliações. Familiares, junto da igreja Pentecostal dos Apóstolos do município, estiveram buscando parcerias e doadores. No início, os procedimentos poderiam chegar a R$ 2 mil, mas a realidade, juntamente da pandemia (que se estende cada vez mais), foi modificada. Segundo conta a esposa Maria Bizol, a situação está cada vez mais difícil e Isaías, cada vez pior.
 
Atualização de Isaías
Os males passaram de contrariedades na visão, a problemas no restante do corpo, como: no intestino e bexiga; além do formigamento nas pernas e dificuldade para se alimentar. A visão está cada vez mais prejudicada, pois foi diagnosticado com trombose retiniana, e também com um cisto pilonidal – bolsa ou caroço que se desenvolve no final da coluna vertebral. Já passou por avaliações da coluna, pernas e de outras partes do corpo. No momento, se desloca constantemente a Chapecó, Xanxerê e a São Miguel do Oeste, onde realiza os procedimentos marcados.
As privações começaram há menos de dois anos, ocasionando grandes preocupações a família, que é composta por sete pessoas [casal e mais cinco filhos]. “Solicitamos ajuda pois o Isaías precisa fazer uma série de exames e não estamos tendo condições. Já conseguimos R$ 1.800 e algumas cestas de alimentos, mas a cada dia que passa, os exames se multiplicam e os gastos também. Está difícil demais”, conta a esposa.
 
Doações
“Todas as ajudas são muito importantes e queremos agradecer imensamente a todos que estiveram nos ajudando. O Isaias está bem ruim, mas passando pelos tratamentos. No momento, buscamos alguns meios para proporcionar mais cuidado a ele. Estamos buscando uma cama nova, pois a única que temos está quebrada, já solicitamos ao Cras, mas ainda não conseguimos. Todos estamos trabalhando bastante para conseguir dar conta”, finaliza.
Mais informações no número: (49) 9 91783625. As doações podem ser feitas diretamente a família – que está localizada próximo a padaria Guardini.
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »