16/10/2015 às 14h29min - Atualizada em 16/10/2015 às 14h29min

Amor pelo handebol

Adriani Marcos Schmitt, de 39 anos, treina e dedica seu tempo ao esporte desde os 12 anos

Analiza Vissotto
Guarujá do Sul

 

O guarujaense Adriani Marcos Schmitt, de 39 anos, descobriu o handebol aos 12 anos de idade, quando ainda estudava na Escola Elza Mancelos de Moura, de Guarujá do Sul. De lá para cá sua vida mudou, ele se casou teve filhos e trabalha como vendedor. No entanto o que nunca mais saiu de sua vida, foi o handebol. “Sou apaixonado pelo esporte. Já fui atleta, e joguei por Guarujá do Sul, Dois Vizinhos e Itapiranga. Atualmente jogo por São José do Cedro e treino o time feminino de handebol adulto de Guarujá do Sul”, explica Adriani.

Fazendo seu próprio horário de trabalho como vendedor, Adrini, consegue encaixar os treinos de handebol no time feminino, que acontecem em Guarujá do Sul nas segundas, quintas e sábados. Em São José do Cedro ele treina com o time masculino para competições nas quartas, sextas e também aos sábados. “A competição que participamos é as de Joguinhos Abertos de Santa Catarina”, explica.

Adriani viaja neste sábado, com ambos os times, para Piratuba-SC, onde disputarão os Jogos Abertos de Santa Catarina (Jasc), entre os dias 17 a 21. “O convite para treinar o time feminino de Guarujá surgiu neste ano, e então logo começamos a treinar para este campeonato. Vamos para competir, pois percebo uma grande melhora técnica das meninas”, comenta. Os classificados deste campeonato regional, participarão de 10 a 18 de dezembro da fase estadual do Jasc, que será disputada em Luzerna, Joaçaba e Herval.

“Para quem conhece e prática o handebol, e principalmente depois que você pega os macetes, não tem como parar de jogar. É um jogo viciante”, se entrega Adriani contando que seu filho, Adrian, de 15 anos também já segue a mesma paixão pelo esporte. “Ele estuda em Guarujá, mas treina em São José do Cedro”, explicou.

Sobre os treinos em Guarujá do Sul, Adriani, afirma que a intenção é resgatar o esporte no município. “O time de handebol, principalmente o masculino, era muito respeitado pela região, no entanto não temos mais equipes. E buscamos através das meninas que estão começando a treinar incentivar os jovens”, comenta.

“Agradeço as meninas que participam dos treinos, e convido a todas que tenham interesse em treinar, que se juntem a nós. E também agradeço a Prefeitura Municipal de Guarujá, pelo apoio que vem dando ao nosso time, disponibilizando alimentação e transporte aos jogos que iremos participar”, finalizou o amante de handebol. 


Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »