12/11/2020 às 09h31min - Atualizada em 12/11/2020 às 09h31min

Novidades no Ateliê da Nay

A artesã Nayani Dalmagro trouxe aos seus clientes a opção de personalização de canecas, copos e de outros materiais

Larissa Dias
Da redação
Se você já ganhou um chaveiro com a foto de algum membro da família ou de algum amigo próximo, ou quem sabe aquela camiseta estampada, reconhece como presentes personalizados fazem sucesso! Esse tipo de lembrança é uma forte tendência no mercado e empreendedores atentos têm investido nesse nicho, que tem um retorno alto e rápido sem a necessidade de injetar recursos vultuosos para começar a linha de produção.
Exclusivamente neste ano, com a crise ocasionada pela pandemia, muitos empresários precisaram se adaptar ao novo período, e aos poucos, aprender a se reinventar e sair da habitual “zona de conforto”, o que não é diferente para a artesã Nayani Dalmagro, de São José do Cedro, que está novamente compondo a edição do Sentinela. A pequena empreendedora fortaleceu seu comércio de uma forma excêntrica e em seu espaço, intitulado ND Ateliê, fabrica produtos manuais utilizando diversos materiais e inclusive, a sublimação.
Há poucos dias, trouxe a região a opção de personalização de canecas, copos de canudo (plástico) e alumínio, taças, baldes de gelo, azulejos, imã de geladeira, vira mate, quebra-cabeça, camisetas, pijamas e agendas. Entre os produtos que têm ótima saída estão canecas e copos. Desde empresas que querem presentear seus funcionários com algo exclusivo a aqueles que desejam apenas uma unidade, têm procurado por esses itens.
“Os copos são fabricados por outras empresas e eu apenas faço a estampagem. A única diferença é que eles podem ser encomendados por unidades, podendo variar de uma a muitas, e podem ter várias cores em uma estampa. Normalmente em outros lugares, é preciso ter um pedido mínimo e uma cor, o que desfavorece aquele que precisa apenas de poucos copos e precisa estocar todos os que sobram”, comenta frisando que a sua ideia era ter trazido essas novidades ainda no começo do ano, mas por conta da pandemia e dos atrasos nas entregas das mercadorias, acabou demorando mais do que esperava.
“Ainda possuo dificuldades para encontrar material, como copos diferentes, que muitas vezes não se acha a cor que deseja. Mas já estou visualizando resultado e é um trabalho que agrega um diferencial, pois os copos podem ser estampados com o nome da pessoa ou algo que ela gosta. E ainda há muitas novidades para chegar, como garrafinhas”, continua. Os valores de todos os produtos do Ateliê variam de R$ 2,50 a R$ 120.
 
Como funciona a personalização
Após a arte ser desenvolvida e aprovada pelo cliente, o desenho passa pela impressão e logo é fixado na máquina que fará a estampagem do copo. “Como é um material delicado, é preciso evitar lavar com o lado verde da esponja, por exemplo. Mas ele é muito duradouro, pois não é feito de adesivo”, esclarece complementando que as encomendas podem ser realizadas pelas suas redes sociais.
“A indicação é que se a encomenda for grande, que seja feita com antecedência, pois os estoques estão escassos e os pedidos estão demorando até 40 dias para chegar. Além disso, há todo o processo de personalização – ele é parecido com a caneca, a diferença é que logo que sair da máquina, em menos de cinco minutos, já está pronto, enquanto a caneca leva pelo menos um dia”, explica.
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »