01/12/2020 às 16h50min - Atualizada em 01/12/2020 às 16h50min

Hospital recebe pintura voluntária

Os custos foram bancados com recursos arrecadados pelo Núcleo de Mulheres Cooperativistas e contrapartida da entidade

Da redação
Percebendo a necessidade da execução da pintura do Hospital de São José do Cedro, o Núcleo de Mulheres Cooperativistas da Cooperalfa teve a iniciativa de realizar uma campanha de arrecadações, que reuniu mais de R$ 24 mil e foi utilizado na compra de tintas, pincéis e outros materiais usados na ação. As adequações contemplaram uma área de aproximadamente dois mil metros quadrados.
Num primeiro momento, antecedendo a pintura, foi lavado a área externa. À Redação do Sentinela, a diretora administrativa da entidade, Mônica Canton de Toledo, explica que a partir da compra dos produtos necessários, muitos voluntários se comprometeram em abraçar a causa e realizar o trabalho. “Nossa meta era arrecadar R$ 10 mil, onde priorizaríamos somente a reforma e a pintura da fachada, mas, essa ação tomou uma proporção maior e o valor arrecadado nos surpreendeu”, destaca.
A obra custou R$ 26 mil, sendo bancada com recursos arrecadados e contrapartida da entidade. Entre as reformas, estão reparos na marquise, concerto de rachaduras, de infiltrações, troca de cantoneiras de proteção dos canos e pintura, além de outras revitalizações. “Deste valor, R$ 200 foi repassado a um paciente que necessitava de ajuda para comprar uma cadeira de rodas”, esclarece. “A obra acabou levando mais tempo porque todos os que se disponibilizaram para trabalhar, só podiam no final de semana”, conclui.
 
Envolvidos
Entre os envolvidos, estão: a diretoria do Hospital, a Unidade Prisional Avançada (UPA), comunidades do interior, Lions Clube, Núcleo das Mulheres Cooperativistas, Corpo de Bombeiros e dezenas de voluntários. “Podemos dizer que foram quase mil pessoas direta e indiretamente contribuindo para que essa ação fosse realizada”, acrescenta frisando que ainda está sendo concluída a construção do novo laboratório, custeado com uma emenda parlamentar. “Além das obras externas, estivemos construindo um vestiário feminino na lavanderia e uma guarda de cadáver. Para o próximo ano, estamos estudando as necessidades que precisam ser investidas”, enfatiza.
 
Núcleo das mulheres
Segundo uma das coordenadoras do Núcleo de Mulheres Cooperativistas e gerente da Cooperalfa, Julcineia Varnier, o grupo é composto por 37 mulheres, sendo elas do município e de Princesa. “Já é o terceiro ano que estamos com o grupo ativo. Já participamos de formações, palestras e cursos, e entre isso, fomos desafiadas a devolver um pouquinho de tudo aquilo que a gente estava aprendendo para a sociedade. Dentre muitas ideias, surgiu a sugestão para a revitalização do hospital, onde a esposa do presidente que teve a ideia”, esclarece.
“De início, tivemos medo de não conseguir, mas a ação foi tomando uma grande proporção e se expandiu, onde todos abraçaram a causa. As doações puderam ser de qualquer valor e em média 807 pessoas contribuíram através de uma folha que circulou por todo o município”, continua enfatizando que as mulheres tem o poder de transformar, pois tudo o fazem, é com amor. “O nosso Núcleo sempre está auxiliando em campanhas solidárias, e agora estamos trabalhando na ação em prol da pequena Sofia Helena, de Saudades, que está mobilizando nosso município”, comenta.
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »