10/12/2020 às 08h32min - Atualizada em 10/12/2020 às 08h32min

“Meu Lixo Vale Compras”

Prezando a coleta seletiva, a campanha entre a Delegacia Civil, o Mercado Aparecida e o coletor Cornélio Gomes é exemplo de parceria

Da redação
Há incontáveis benefícios ligados a coleta seletiva de lixo. O principal, do ponto de vista ambiental, é minimizar os danos causados pelo descarte incorreto. Incentivar a reciclagem e entender que ela sozinha não resolve os problemas da sociedade, mas é de suma importância. Portanto, é necessário reduzir o consumo, optar por materiais mais duráveis e reaproveitar ao máximo um determinado produto antes de descartá-lo.
Em Palma Sola, o empresário Cornélio Gomes é quem realiza a coleta reciclável. Há cinco anos no ramo, relata que, no começo, a principal dificuldade foi orientar a população sobre o significado e importância dessa ação. “Hoje em dia, os munícipes estão mais conscientes. Antigamente, só recolhíamos na área central da cidade e no comércio, mas agora conseguimos coletar também no interior”, comenta enfatizando que as coletas interioranas ocorrem duas vezes ao ano, enquanto as urbanas semanalmente.
 
Cronograma
Seguindo o cronograma do Departamento do Meio Ambiente, os moradores do interior adiantam o trabalho e deixam o lixo de suas residências separados. “Essa organização é uma parceria entre a prefeitura e a Secretaria da Saúde. Eles contribuem levando nas casas o roteiro da coleta um mês antes, para que os moradores do interior possam se organizar e levar o lixo até a sede da comunidade”, detalha Cornélio.
O coletor afirma que embora tenha havido uma melhora na conscientização, ainda há pessoas jogando lixo em matos que rodeiam o município, mesmo havendo um ponto de coleta reciclado na garagem da prefeitura municipal. “Todos precisam rever mais suas atitudes. Todo reciclável pode ser trazido em minha residência, no sábado, no domingo, a hora que for, e daremos o destino certo”, apela.
 
Programa de conscientização
Prezando a separação correta e eficaz, foi lançada a campanha “Meu Lixo Vale Compras”; envolvendo a Delegacia Civil, o Mercado Aparecida e o coletor Cornélio. A cada bolsa recolhida, o morador recebe um cupom no valor de R$ 0,40 e pode fazer a troca no comércio parceiro. O programa iniciou em 2019, no Bairro Palmares.
“Em média, apenas neste bairro, coletamos por mês uma tonelada de materiais reciclados. Através dessa ação, todos saem ganhando, contribuindo assim para um ambiente mais limpo e organizado. Além deste programa, há muito descarte que pode ser reutilizado ou até consertado, e após isso, fazemos doações para pessoas que realmente precisam”, esclarece.
 
As dificuldades
Entre tantas, a maior dificuldade é encontrar parceiros que abraçam essa causa. “Nossa demanda é grande e o nosso galpão está pequeno. Não há espaço suficiente para conseguir separar tudo”, explica o empresário, acrescentando que, com o passar dos anos, conseguiu aumentar seu número de funcionários para seis, além de mais dois recolhedores. “Mesmo com isso, ainda falta gente. Se conseguíssemos parceiros, quem sabe poderíamos ter uns 20 e o trabalho pudesse ser aumentado”, comenta.
Além de três caminhonetes, a empresa conta também com uma máquina de prensar papel. “Separamos nove classes de lixo, em média, carregamos 25 toneladas de sucata de ferro e cerca de 23 de papelão por mês”, continua. O papel é destinado a uma empresa de Francisco Beltrão e o ferro, a um terreno da prefeitura. “Tomamos o cuidado de levar com frequência e dar a destinação correta para esta ferragem, até para não acumular água e contribuir no combate do mosquito da dengue”, conclui explicando que depois de avolumar o ferro também é revendido para empresas especializadas em derreter e reutilizar o material.
 
Projetos futuros
Com o sucesso da campanha no Bairro Palmares, a expectativa é que a Administração colabore na implantação do mesmo em todo o município. “Os benefícios são muitos, entre eles a cidade limpa e a economia que gera ao poder público”, complementa. “Eu quero agradecer a população de Palma Sola pelo incentivo, e pelo que estão fazendo, organizando e colaborando com a gente”, finaliza.
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »