22/10/2015 às 16h51min - Atualizada em 22/10/2015 às 16h51min

Lembranças de um caminhoneiro

Após servir no quartel em Uruguaiana, Waldomiro Pedro Wurzius, trabalhou como motorista

Guarujá do Sul

Nascido em Tapera, Rio Grande do Sul, em 2 de setembro de 1942, Waldomiro Pedro Wurzius, serviu no quartel de Uruguaiana por 14 meses. Depois que ganhou dispensa do quartel Waldomiro começou a trabalhar na empresa Rauber e Raber como motorista e veio residir em Guarujá do Sul onde vive até hoje.

O primeiro caminhão que Waldomiro dirigiu foi um Chevrolet reboque ano 1963, caixa seca a gasolina. A empresa, Rauber e Raber, tinha uma madereira na cidade de Guaruja do Sul que era localizada na antiga rua Amélio Menegasso. “Eles extraiam madeira de pinheiro (aráucaria) em toda a região, depois essa madeira era beneficiada e transfornada em assoalho”, explica Waldomiro.

A madeira era então levada para Cachoeira do Sul, Rio Grande do Sul. “As estradas eram todas de chão batido, levavamos até uma semana para ir e voltar”, recorda o ex-caminhoneiro.  Waldomiro lembra ainda que a gasolina era sua principal carga na volta para casa. “Na época aqui na região não havia postos de combustível”, recorda.


Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »