27/01/2021 às 14h17min - Atualizada em 27/01/2021 às 14h17min

Pesquisa do Cedup é destaque em revistas da área

O experimento foi conduzido em uma área de 0,96 ha, utilizada na alimentação de vacas em lactação mediante pastoreio rotativo

Colaboração: Campo Erê.com
Uma pesquisa conveniada entre a Universidade do Estado de Santa Catarina (UDESC) e o curso de zootecnia do Centro de Educação Profissional (CEDUP), de Campo Erê, sobre o potencial da gramínea Tiffon 85, é destaque em revistas da área, uma delas é a Brazilian Journal Of Development, que deu destaque a pesquisa em sua revista e também no portal. Este trabalho visou medir a taxa de acúmulo mensal de forragem em pastagem de Tifton 85 (Cynodon dactylonxCynodon nlemfuensis cv. Tifton 68), bem como comparar o emprego de dois métodos de amostragem para este fim.
O experimento foi conduzido em uma área de 0,96 ha, localizada no próprio Cedup, utilizada na alimentação de vacas em lactação mediante pastoreio rotativo. Foi empregado um delineamento completamente casualizado, com quatro repetições, cada uma contendo três estações de coleta, totalizando doze pontos de coleta. As amostragens da pastagem para determinação do acúmulo mensal de forragem (AF) ocorreram no último dia de cada mês, por meio dos métodos “não emparelhamento” (NE) e “triplo emparelhamento” (TE).
A produção anual de matéria seca avaliada pelo método NE alcançou 25,4 t/ha, com 71% desse total concentrado em cinco meses: janeiro a março, novembro e dezembro. O AF diário variou de 16,94 (agosto) a 175,84 kg/ha (janeiro), indicando forte estacionalidade na produção forrageira. Os valores de AF estimados pelos métodos NE e TE foram estatisticamente semelhantes em três estações do ano, mas houve divergência no resultado relativo aos meses de outubro a dezembro (primavera), mostrando que estes métodos não são equivalentes.
A pesquisa será estendida por mais dois anos, a fim de reduzir o possível efeito errático causado pelas condições climáticas específicas de um determinado ano. Participaram Antônio Waldimir Leopoldino da Silva, professor da UDESC; Larissa Lopes Paz, acadêmica do curso de zootecnia, bolsista de iniciação científica UDESC; Amanda Regina Cagliari, acadêmica do curso de zootecnia, bolsista de iniciação científica UDESC; Hector Perão Bortese, estudante do curso técnico em agropecuária concomitante ao ensino médio; Natan Juner Begnini, estudante do curso técnico em agropecuária concomitante ao ensino médio; Halan Martins especialista em pecuária leiteira e Rodrigo Guilherme Backes, mestre em ciência animal.
O Tifton 85 exibe um elevado potencial produtivo, associado a um alto valor nutritivo, sendo, nesse sentido, considerado uma das gramíneas mais difundidos no mundo, especialmente em condições tropicais e subtropicais de cultivo, necessitando de um manejo diferenciado para que as suas características produtivas sejam expressas no seu máximo.
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »