26/02/2021 às 08h36min - Atualizada em 26/02/2021 às 08h36min

Cartomante/benzedeira, que passou por Campo Erê, está presa

A operação foi na tarde desta quarta-feira, 24, e é continuação da operação “Vigário” iniciada em outubro do ano passado, que decretou a prisão de Priscila e seus comparsas, que continuam foragidos: Fabrício Yanovich, Juliano da Silva e Samantha Andrea Yanowich

Com informações do portal Campo Erê.com
A 1ª Delegacia de Polícia de Fronteira de Chapecó, com apoio do Serviço de Inteligência do BOPE do Paraná, realizou trabalho de investigação que culminou na prisão de Priscila Pérola Janoviche, que em Chapecó era conhecida como “Mãe Priscila”. Ela estava foragida desde o ano passado mas seguia trabalhando normalmente na cidade de Castro, no Paraná, e atendia como “Benzedeira Patrícia”. A operação foi na tarde desta quarta-feira, 24, e é continuação da operação “Vigário” iniciada em outubro do ano passado, que decretou a prisão de Priscila e seus comparsas, que continuam foragidos: Fabrício Yanovich, Juliano da Silva e Samantha Andrea Yanowich.
Os quatro envolvidos respondem por diversas extorsões, estelionatos e associação criminosa, pois aplicavam diversos golpes na região de Chapecó oferecendo serviços de cartomante e consulta espiritual, causando prejuízo próximo de R$ 1 milhão na região Oeste de Santa Catarina. Pelas informações, as pessoas que supostamente foram enganadas em Campo Erê, não efetuaram boletim de ocorrência na delegacia.
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »