27/03/2021 às 08h47min - Atualizada em 27/03/2021 às 08h47min

Diga mais

Coluna de opinião do jornal impresso

Da redação
Às vezes esquecemos do Poder das boas palavras. Ultimamente, tenho pensado mais no poder das minhas palavras. Não só nas palavras literalmente, mas no tom que uso, na velocidade com que falo, e até nas coisas que falo para mim mesma em pensamentos. Muitas vezes, usar um tanto do tempo vago para falar o quanto admiramos uma pessoa, seu jeito de ser, sua maneira de tratar as pessoas pode proporcionar mudanças incríveis.
Lembro-me de um aluno, de que todos queriam distância. Vi seu nome na lista dos meus alunos, isso a um bom tempo atrás. Hoje, já não trabalho como professora. Confesso que senti até medo no momento. Mas tomei a sábia decisão de tratá-lo com carinho e atenção e importância ao seu trabalho de aluno. E tive sucesso. Tudo o que ele queria era isso! Seus pais me disseram várias vezes, que o menino chegava em casa eufórico, dizendo: - Eu amo a minha professora! E como ele aprendeu! Nos cálculos, notas surpreendentes. Dei asas para suas composições e eram lindas. Aquele meninão quase do meu tamanho, tomou meu coração. Foi em frente, nunca precisei chamar sua atenção, nem o castigar, chamando seus pais para reclamar. Agora jovem, num dia desses, veio me visitar com um sorriso desse tamanho e um brilho intenso no olhar. Continua estudando no curso que escolheu e indo bem.
Podemos mover mundos e fundos com nossas palavras. Com elas alimentamos emoções maravilhosas ou as matamos de fome pela ausência de palavras certas. As palavras tem muito poder, sim.
Diferentes estudos científicos na área do comportamento humano, demonstram que nossas palavras podem mudar até mesmo padrões cerebrais. Segundo os pesquisadores Andrew Newberg e Mark Waldman, autores do livro – (Palavras Podem Mudar seu Cérebro) – a coisa funciona mais ou menos assim: quando usamos palavras carregadas de positividade como “feliz”, “amor”, “paz”, “você consegue”, ... podemos alterar a forma de funcionamento do cérebro. Também foi observado que o uso de palavras como “sim” faz seu cérebro liberar dopamina – hormônio que produz sensação de bem-estar e regula mecanismos de recompensa. O raciocínio cognitivo aumenta e o lobo frontal é fortalecido.
Se é verdade que uma conversa positiva traz sensações boas e gera motivações antes adormecidas, o contrário também acontece. Palavras negativas, críticas e agressões verbais - mesmo aquelas sutis que ficam nas entrelinhas – tendem a deixar a pessoa deprimida e com vontade de não cooperar.
Hoje, mais do que nunca, é dia de boas palavras em sua vida. Não importa muito o que foi dito ontem, mas as palavras que farão você diferente daqui para frente. Fale, escreva, transmita esperanças, coragem, desculpas e tudo aquilo que você ama. Aproveite e olhe ao seu lado. Muitas vezes e na sua grande maioria o que se estamos precisando são palavras de incentivo, agradecimento, delicadeza e amor... As palavras tem Poder! Acredite.
 
Por: Odila Flach
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »