28/04/2021 às 15h12min - Atualizada em 28/04/2021 às 15h12min

Sobre perspectivas

Coluna de opinião do jornal impresso

Francieli Perondi
Quando alguém conversa com você sobre algo, sempre vai estar contando apenas um pedaço da história. Às vezes, propositalmente, essa pessoa só vai contar o que é conveniente para ela, para sustentar a versão que ela criou sobre o fato.
É por isso que você, ouvindo a história e tendo esse olhar "de fora", muitas vezes consegue "ver as coisas com mais clareza". Você não está emocionalmente envolvido na situação como a pessoa que conversa contigo, você não é quem tem que decidir e nem é sobre você que recairá as consequências das decisões que forem tomadas.
É por isso que, quando falamos sobre situações e pessoas, entender de qual perspectiva a história está sendo contada, é tão importante.
Ninguém surta do nada, ninguém perde o controle e explode sem que antes coisas tenham acontecido, ninguém muda de um dia pra noite. As coisas sempre vão acontecendo aos poucos, o problema é que nem sempre nós conseguimos perceber os motivos e é por isso que parece tão difícil de entender.
Quando alguém te diz que "nada na vida dá certo para mim" é importante que você tente entender, ou mesmo pergunte diretamente, o que seria "dar certo?".
É por isso que, na terapia, o nível de conversa que se estabelece entre terapeuta e cliente é tão diferente das conversas que temos com outras pessoas.
Na terapia tudo é dito, pensado, analisado, reavaliado. Tudo conta. O que você fala, a forma como fala, com que frequência fala, porque fala, e também as coisas que você escolheu não falar acabam sendo trabalhados.
Nenhum ambiente de conversa vai te oferecer o mesmo que um ambiente realmente terapêutico oferece. Porque o que se constrói na terapia é lapidado sessão após sessão para que você consiga ver as coisas através de mais de uma perspectiva.
Terapia é como uma roda gigante, você começa embaixo, com a visão limitada e vai subindo aos poucos, ampliando o campo de visão, enxergando mais e melhor lá do alto. Aí, depois que você vê lá de cima, as coisas parecem tão pequenas lá embaixo, isso muda o significado que você dá para elas. A terapia transforma o modo como você vê o seu mundo, e isso acontece quando conseguimos mudar a perspectiva do olhar.
 
 
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »