24/11/2015 às 09h40min - Atualizada em 24/11/2015 às 09h40min

Bombeiros Mirins se divertiram em última atividade do ano

Solenidade de encerramento aconteceu no sábado, dia 14. Projeto é desenvolvido em parceria da Prefeitura e Corpo de Bombeiros

Palma Sola

 

Foi realizada na manhã de sábado, dia 14, em Palma Sola as atividades lúdicas e práticas de encerramento dos Bombeiros Mirins e também solenidade com a presença de autoridades. Estiveram presentes o vice-prefeito, Gilmar Pauletti; secretária de Assistência Social, Maricléia Roman; representando a Secretaria de Saúde, a enfermeira Adriana Somavilla, coordenadora do Cras, Nadia Petry; comandante do Corpo de Bombeiros do município, Neodir Lohmann e demais autoridades locais.  

A solenidade oficial de encerramento iniciou às 9h, onde as cerca de 30 crianças que tem entre 8 a 12 anos receberam o diploma de participação, e após foram feitas diversas atividades de campo e lúdicas entre elas: falsa baiana, rastejo alto e baixo, transposição de obstáculos, comando craw entre outros. “Eles participam dessas atividades como forma de melhorar o espírito de corpo e o trabalho em equipe”, explicou o comandante Lohmann.

Devido à chuva algumas atividades, como o acampamento e o combate ao incêndio prático foram canceladas.  

 

Bombeiros mirins

As atividades realizadas junto aos bombeiros mirins de Palma Sola são uma parceria do Corpo de Bombeiros com o Serviço de Convivência e Fortalecimento de Vínculos (SCFV) através da Secretaria de Assistência Social de Palma Sola. Os pais/responsáveis por crianças que têm entre 8 e 12 anos podem procurar a Secretaria para fazer a inscrição de 2016. “Normalmente participam crianças que já são alunos do Centro de Convivência e Fortalecimento de Vínculos”, explica o comandante Lohmann.

Dentro do programa os alunos recebem o acompanhamento da Polícia Militar que faz atividades e explicações sobre segurança, a Secretária de Saúde realiza planos de higiene e saúde e o Corpo de Bombeiros atividades de prevenção de acidentes, atendimento pré-hospitalar, riscos domésticos e outras atividades. “Contamos com o apoio de diversas entidades e Secretarias que auxiliam na formação do bombeiro mirim”, elucida o comandante.


Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »