22/12/2015 às 10h30min - Atualizada em 22/12/2015 às 10h30min

Vereadores de Campo Erê questionam eleição da Mesa realizada em março

Advogado afirma que eleição feita com tanta antecedência pode ter visado interesses particulares

O Poder Judiciário de Campo Erê suspendeu, através de tutela antecipada, no dia 18 de dezembro, a eleição da mesa diretora da Câmara de Vereadores de Campo Erê realizada no primeiro trimestre de 2015. A eleição foi realizada no dia 12 de março deste ano, e elegeu o vereador Laudir Carlos Dalla Corti (PMDB) como presidente, além da Mesa Diretora.

“Se confirmando os efeitos da tutela, teremos uma nova eleição da Mesa Diretora, ou seja, da presidência da Câmara” explica o advogado, Ivanildo Angelo Brassiani, destacando que suspeita-se que esta eleição, tendo sido feita com tantos meses de antecedência, visava o interesse particular de alguém. Na região, normalmente, a eleição da Mesa Diretora acontece na última sessão ordinária do ano ou no primeiro dia do ano subsequente.

Agora, os vereadores de oposição do município questionam a eleição. Segundo eles o regimento interno da Câmara e a Lei Orgânica preveem que a eleição da Mesa Diretora seja realizada na última sessão ordinária, ou no primeiro dia do ano subsequente.

“Não concordo com a eleição feita em março. Todos os anos ela sempre aconteceu na última sessão ordinária ou no primeiro dia do ano subsequente”, afirmou o vereador, Marcos Roberto Mariani (PR), explicando que o grupo de oposição contratou um advogado para entrar com uma ação de anulação de eleição da Mesa Diretora.


Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »