26/05/2020 às 14h15min - Atualizada em 26/05/2020 às 14h15min

Findado prazo de concessão: prefeitura entrega matrícula de barracões

Após prazo de concessão de uso e cumprindo as exigências a Esquadrias Sufredini e a Mecânica Pesada Tibola e Filhos receberam a matrícula dos seus imóveis

Quinta-feira, dia 21 de maio, o prefeito Cleomar Mantelli, juntamente com a secretária de Administração Izabel Vissotto e a agende de desenvolvimento local, Tamara Scatola Luvison, fizeram a entrega oficial da matrícula de dois imóveis do Parque Industrial 1 de Palma Sola.
Um dos beneficiados foi Paulo Sufredini, sócio proprietário da Esquadrias Sufredini, que depois de 10 anos cumprindo as exigências do poder público passa – de fato – a ser proprietário do barracão industrial que atualmente tem 750m² e está situado em frente a SC-161. “Quem toca a Esquadrias Sufredini é meu irmão e meu sobrinho. Faz pouco mais de 13 anos que estamos atuando na linha moveleira, quando iniciamos fizemos um bom investimento em maquinário para produção. Cumprimos todos os pré-requisitos e agora recebemos a matrícula do imóvel” comemora Paulo.
O barracão outorgado a Angelo Roque Tibola e Fernando Tibola foi entregue após 10 anos da instalação da unidade de Auto Peças e Mecânica Pesada Tibola e Filhos. Inicialmente este barracão foi cedido para a Massey Ferguson, contudo a empresa atuou por apenas três anos na área industrial, não conseguindo cumprir as exigências, acabou saindo do local, contudo já havia feito investimentos, como ampliação e benfeitorias. A metragem atual é de 890m², quando a Massey entregou tinha pouco menos de 300m². “Compramos da Massey por pouco mais de R$ 200 mil, depois fizemos mais investimento de ferramental e ampliação para poder atender nesta linha de mecânica pesada” detalha Fernando. Como a Massey não cumpriu os pré-requisitos, os três primeiros anos não contabilizaram no prazo de 10 anos. O imóvel – através de termo de sessão de uso – foi novamente licitado e na época a única empresa interessada foi Tibola e Filhos.
Tanto este barracão de 890m² quanto o barracão da Esquadrias Sufredini foram construídos e entregues em comodato na primeira gestão de Claudiomar Crestani, junto com outros barracões. Nem todos os beneficiários cumpriram os pré-requisitos e exigências do Poder Público, como: geração de empregos, uso exclusivo em atividade laboral, pagamento de impostos, entre outros. Dois beneficiários ainda estão pendentes e um terceiro está fase de conclusão das exigências. “O tempo já transcorreu, assim que as irregularidades forem sanadas, passaremos a matrícula do imóvel” garante o prefeito e a secretária de Administração.
 
Matrículas oficialmente entregues
O prefeito Cleomar Mantelli e a secretária Izabel Vissotto ressaltam que nestes dois casos todas as exigências foram cumpridas. “Agora nós fizemos o cancelamento das cláusulas de reversão e os respectivos imóveis passam a ser deles” diz o prefeito Cleomar.
“Com a criação do Conselho de Desenvolvimento Local tivemos auxílio para organizar a papelada, trazer à mesa e de maneira transparente tratar sobre cada um dos contratos para assim poder entregá-los oficialmente aos seus representantes legais” explica Izabel agradecendo as pessoas integrantes ao Conselho de Desenvolvimento Econômico, aos técnicos envolvidos entre outros.
 
Parque industrial 2
A Administração Municipal de Palma Sola admite que as implicações e dificuldades para viabilizar a área do Parque Industrial 2 eram maiores do que o imaginado. “Terminamos de pagar esta área no final de 2018. Fui até a FATMA em Florianópolis e nesta área aparecem duas nascentes de água. Não é fácil ter a liberação ambiental, acionamos até alguns parlamentares” conta o prefeito Kiko. A Secretária Izabel explica que para viabilizar a área ainda serão gastos de R$ 2 milhões a R$ 3 milhões para lotear, levar água, luz e calçamento. “Não vamos fazer um meia culpa, sabemos do compromisso, da responsabilidade. Nossa gestão vai até o final deste ano. Entendemos que a viabilização desta área deverá ser elencada como prioridade para a próxima gestão” diz Izabel.
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »