21/11/2020 às 10h06min - Atualizada em 21/11/2020 às 10h06min

Casa de madeira pega fogo após curto-circuito em Palma Sola

Na residência, morava Antônia Romana Diniz, de 81 anos, junto de seu filho mais novo, Lucas, de 37, e de seus animais de estimação

Larissa Dias
Da redação com informações do Corpo de Bombeiros
Por volta das 18h45 desta sexta-feira, 20, a guarnição do ABTR-81 foi acionada para atender um incêndio em uma residência de madeira unifamiliar do Bairro Agrícola, em Palma Sola. 
Ao chegar no local, foi constatado que não havia pessoas no interior do imóvel e com isso, iniciou-se ataque direto. Segundo o Corpo de Bombeiros, de imediato, diversos móveis já haviam sido consumidos e o acúmulo de roupas em combustão dificultou a ação dos resgatistas.
O incêndio teria sido causado por um curto-circuito e a guarnição conseguiu controlar as chamas, mas a casa ficou totalmente destruída. Ninguém se feriu.
Segundo informações da vizinhança, a rápida ação dos bombeiros evitou que o fogo se alongasse as casas ao lado, especialmente a do vizinho Osvaldo Weschenfelder, que fica a menos de quatro metros de distância.
Por volta da 00h, as chamas voltaram a se alastrar, o que resultou a queima do restante dos pertences e dos móveis que ainda haviam. Os bombeiros retornaram ao local e combateram o incêncio. A ação durou cerca de quatro horas.
Estava no local a GU da PMSC, realizando os procedimentos a eles cabíveis.
 
Moradores
Na residência, morava Antônia Romana Diniz, de 81 anos, junto de seu filho mais novo, Lucas, de 37, e de seus animais de estimação. Um dos sentimentos da dona Diniz é que um de seus cachorrinhos de estimação foi morto no incêndio. Chamava-se Neguinho e ficava sempre dentro de casa. O filho relata que não conseguiram salvar nada e que saíram apenas com a roupa que vestiam.
Segundo informações colhidas na família, na hora do incêndio Antônia estava na cozinha ao lado do neto, que ao perceber a fumaça correu a casa ao lado para pedir ajuda e ligar aos bombeiros. Até a chegada da guarnição, alguns vizinhos retiraram a senhora de 81 anos do local, pois ela não queria se desfazer da morada.
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »