26/01/2021 às 22h10min - Atualizada em 26/01/2021 às 22h10min

Em busca de novos horizontes

É dessa forma que Jociane Alberton trabalha em seu espaço terapêutico, que já proporciona três terapias alternativas

Da redação
Quando falamos em terapias alternativas, já relacionamos com práticas e procedimentos que não são considerados parte da medicina convencional. Neste método, o paciente é tratado como um todo, envolvendo suas características físicas, mentais, emocionais e espirituais. Dentre as mais variadas, a Auriculoterapia e os Florais de Bach se tornaram o foco principal da farmacêutica Jociane Alberton, de Palma Sola, que inaugurou seu espaço terapêutico há cerca de dois meses, próximo à Zap Modas. A novidade, segundo ela, é o Cone Hindu, que se tornou sua nova área de trabalho.
“Comecei os atendimentos com pessoas da minha família e nestas três terapias tive resultados excelentes, por esse motivo, decidi começar o atendimento ao público, pois os benefícios são muitos”, salienta acrescentando que o Cone Hindu ou Cone Chinês ganhou uma enorme popularidade ultimamente. “O Cone Hindu usa o calor para promover o realinhamento do fluxo de energia e estimular a cura, principalmente na região do ouvido e do trato respiratório. Ele consiste em cera de abelha, própolis, óleos essenciais e ervas medicinais, com uma extremidade mais fina e outra mais grossa, que deve ser acesa com fogo”, explica.
Conforme ela, o cone não retira a cera do ouvido, mas o seu uso pode ajudar a limpar o excesso. “Essa técnica pode tratar renite, sinusite, bruxismo, dor de ouvido, ronco, tosse, gripe, labirintite, congestão nasal, entre outras. Ela é relaxante, pois faz um barulho confortável, como quando coloca uma concha no ouvido”, frisa.
 
Benefícios
Entre os benefícios físicos: elimina tensões e acalma o sistema central; entre os energéticos: ver a energização da pessoa apenas pela cor da cera retirada. “Há poucas contraindicações, mas se tiver o tímpano perfurado, tumor no ouvido, perca de audição congênita ou ter feito um processo cirúrgico recente, é indicado que não faça. É recomendado para pessoas a cima de sete anos, pois nos mais novos é difícil fazer o cone parar no ouvido”, esclarece.
O material usado é artesanal, feito com cera de abelha, e depois adicionado própolis pra aumentar a imunidade. Ele leva até 20 minutos para queimar, sendo esse o tempo da sessão. Aproveite os horários flexíveis. Mais informações no número: (49) 99169-6917, ou nas redes sociais.
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »