20/04/2021 às 08h30min - Atualizada em 20/04/2021 às 08h30min

Novas indústrias poderão ter aluguel pago pela Prefeitura

Poder Legislativo autoriza que a Prefeitura pague o aluguel de novas indústrias, têxtil/confecções que se instalem no município de Palma Sola

Da redação
Igor Vissotto
Participaram da sessão os vereadores, Antonio Luiz Schauren (MDB), Carlos Antonio Rodrigues (PP), Elio Pereira dos Santos (PDT), Rosalino Siqueira (MDB), o presidente Clair José Munaro (PDT), o vice-presidente Elber Pereira (MDB), Rafael Marques Batisti (PP), Odair Celeste Pauletti (PT) e o vereador Claudinei Schein (PP) que positivou para o Covid-19 e obviamente não participou da sessão. Claudinei e a família estão bem e saem do isolamento neste sábado, dia 24.
Os vereadores se posicionaram favoravelmente no auxílio financeiro do Poder Executivo para viabilizar uma nova indústria do setor têxtil no município. A prefeitura municipal irá pagar o aluguel com valor de R$ 600 para empresas que gerem entre cinco a oito empregos com carteira assinada e de R$ 1.100 para empresas que gerem mais de nove empregos. Este auxílio está previsto, inicialmente, para 2 anos para empresas fundadas e instaladas a partir desta data, 19 de abril de 2021.
Conforme o incido 2º do artigo 1º do projeto de Lei 008/2021: Enquadram-se nesta Lei, as empresas industriais e ou de facção têxtil/confecção de indústrias, que se instalarem no Município de Palma Sola-SC, e que, comprovadamente não possuem local próprio e dependem do pagamento de aluguel para suas atividades.
Os vereadores também sugerem ao Poder Executivo que busque formas de auxiliar os empresários já sediados e instalados no município e que estão enfrentando dificuldades financeiras, buscando tornar mais justo os auxílios dados com dinheiro público.
O presidente do Poder Legislativo falou sobre a importância do Poder Executivo incentivar a geração de emprego e renda no município. “Com a aprovação deste projeto de Lei já teremos uma indústria do setor têxtil se instalando nos próximos dias. Nosso próximo passo é buscar um incentivo para aqueles que já estão instalados e enfrentam dificuldades financeiras. Queremos que existam incentivos justos para todos, sempre pensando na geração de emprego e renda” afirmou Clair Munaro.
Munaro também lembrou que a Prefeitura paga transporte para levar palmassolenses trabalhar em outros municípios, citando como exemplo o pagamento mensal de R$ 4,5 mil para transportar 12 palmassolenses para o município de Flor da Serra do Sul.
“Obviamente o pagamento deste tipo de aluguel custa menos do que pagar transporte, sem falar que daqui a pouco estas empresas crescem aqui em Palma Sola, gerando mais empregos e impostos para os cofres do município” finalizou o presidente Munaro.
Outro projeto que está em discussão é isentar o primeiro alvará de empresas e indústrias que se instalem no município. Segundo os vereadores este valor é incipiente para os cofres do município, mas de grande significado para empreendedores que querem montar o seu primeiro negócio. Este projeto ainda tramita na Casa de Leis. Na sessão do dia 19 os vereadores apresentaram emenda aditiva ao projeto de Lei 008/2021 isentando o alvará de localização às empresas que se enquadrarem nos referidos benefícios desta lei.
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »