22/06/2021 às 10h46min - Atualizada em 22/06/2021 às 10h46min

Bazar do Promenor

Por conta da pandemia o Promenor não conseguiu fazer eventos para arrecadar fundos então surgiu a ideia de montar um bazar

Da redação
Sofia Bertolin: No bazar á roupas e calçados para crianças e adultos. Também estão disponíveis alguns acessórios e itens de decoração.
O Promenor é uma instituição filantrópica que fica em Campo Erê. Lá crianças tem acesso a cursos de violão, flauta, crochê e demais atividades recreativas. Como a instituição não busca fins lucrativos tudo que chega para as crianças é através de doações de supermercados, padarias e pais, que destinam algum dinheiro ao Promenor. “Muitas pessoas nos ajudam doando alimento e principalmente roupas” explica Izabel Donizete Poncios coordenadora pedagógica do Promenor.
Durante o ano o Promenor promovia dois eventos para arrecadar dinheiro e manter a instituição. Por conta da pandemia esses eventos não foram realizados. Surgiu então, a ideia de montar um bazar com as roupas que a instituição recebe. “Achamos que as pessoas não iam vir mas todas as vezes que abrimos um bom grupo vem e compra alguma coisa. Quanto ao lucro, ele não é grande já que vendemos as peças a R$ 2 e R$ 5. Mesmo com preços bem baixos está compensando pois conseguimos pagar os funcionários da limpeza e comprar o que as crianças precisam” explica Izabel.
O Promenor atendia antes da pandemia em torno de 100 crianças. Hoje esse número é menor pois alguns pais preferem que os filhos fiquem em casa. “São 25 a 30 crianças nos períodos da manhã e da tarde” acrescenta Izabel.
                                                                                 
Qual a principal mudança que ocorreu na pandemia?
“As crianças não podem mais ficar tão próximas. As brincadeiras mudaram para que eles fiquem distantes. Começamos a ir no campo, as crianças gostam, é uma área aberta então eles jogam bola e brincam no parque”. Izabel explica que muitas voluntárias pararam de vir ao Promenor dificultando a realização das aulas recreativas com as crianças. “Elas pretendem voltar após tomar a vacina contra o Covid-19 então eu acredito que logo teremos mais voluntárias” diz Izabel.
Uma professora está ministrando aulas de reforço para as crianças de 6 a 8 anos no Promenor. “Elas estavam sem aulas no ano passado então ter essas aulas ajuda muito” explica Izabel. Ela fala que a convivência com as crianças mudou. “Eles ficavam muito em casa só no celular e televisão, pararam de sair para brincar. As crianças se comportam aqui dentro, desde o início nós incentivamos o uso de máscara e álcool em gel, quando eles chegam medimos a temperatura. Sempre que percebemos um sintoma os pais são avisados e as crianças vão para a casa. Felizmente não tivemos nenhum caso de Covid-19 aqui dentro. Uma ou outra crianças ficou isolada por precaução pois a mãe ou o irmão pegou a doença” diz a coordenadora.
“Quero agradecer aos colaboradores, pois sem eles não conseguimos manter a instituição. Qualquer pessoas que se disponha a ser voluntário é bem-vindo” finaliza Izabel.

Receba as notícias do Portal Sentinela do Oeste no seu telefone celular! Faça parte do nosso grupo de WhatsApp através do link: https://chat.whatsapp.com/Bzw88xzR5FYAnE8QTacBc0
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »