Sentinela do Oeste Publicidade 1200x90
19/09/2022 às 16h00min - Atualizada em 19/09/2022 às 16h00min

Caos no trânsito na entrada e saída das escolas

Coluna de opinião do jornal impresso

Palma Sola
Igor Vissotto
Na segunda-feira presenciei um pequeno acidente de trânsito na frente da Escola Libório Romildo Kuhn em Palma Sola. O acidente foi por volta das 7h30 de uma manhã de muita chuva e num horário em que dezenas de pais levam seus filhos até a frente da escola. Neste mesmo horário vários ônibus param e saem da frente das escolas. Para aumentar o caos em dias de chuva, várias das vagas próximas a entrada da escola são ocupadas por veículos dos professores da instituição.
Esta é a mesma realidade nas demais escolas de Palma Sola, seja o Menino Deus, a Lélia Caldato ou a Fada Madrinha. No colégio estadual Claudino Crestani o problema também existe, mas em menor grau, porquê por lá os ônibus param noutra parte da quadra e há estacionamento interno para os professores.
Enquanto não sai uma solução definitiva eu e outros pais pedimos aos professores e equipe escolar que tenham bom senso, especialmente nos dias de chuva. Que estacionem seus carros em local afastado da entrada da escola, assim os pais podem fazer aquela paradinha de menos de 1 minuto próximo ao portão da escola, sem risco de levar uma multa. E falo multa porque a polícia está de olho e caso alguém pare naquele trecho específico para ônibus, está sujeito a multa, inclusive pelas câmeras de videomonitoramento.
Eu até falei com alguns professores, e eles se chatearam com o meu pedido, alegando justamente que eles também se molham para chegar na escola, caso estacionem longe da mesma. Respeito a opinião das professoras, mas defendo o básico: Em primeiro lugar está o bem estar dos alunos, das crianças; Em segundo deve-se priorizar o bem estar da coletividade, depois a individual. Quantos carros de pais estão procurando uma vaga nestes horários de entrada e saída das escolas e quantos carros de professores acabam estacionados nestas mesmas vagas?
Segundo a secretária de Educação, Rosa de Lara Vargas e o secretário de Administração, Rodrigo Calegari, em breve ou no máximo até o início de 2023 devemos ter uma solução definitiva para estes casos. Com a mudança do local de parada dos ônibus e com a sinalização de vaga para embarque e desembarque nos locais próximos à escola. Até lá, bom senso e paciência de todos, inclusive de nós, pais.


Receba as notícias do Portal Sentinela do Oeste no seu telefone celular! Faça parte do nosso grupo de WhatsApp através do link: https://chat.whatsapp.com/Bzw88xzR5FYAnE8QTacBc0
Siga nosso Instagram: https://www.instagram.com/jornalsentinela/
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Sentinela do Oeste Publicidade 1200x90