08/06/2021 às 09h36min - Atualizada em 08/06/2021 às 09h36min

Campo Erê tem 17 casos de dengue ativos

Em maio os casos de Covid-19 e dengue aumentaram significativamente no município de Campo Erê

Da redação
Sofia Bertolin: “Todos devem verificar seus terrenos e recolher o lixo, desse modo eliminamos os criadouros de mosquitos” fala Rosalva.
Nas últimas semanas os casos de Covid-19 aumentaram mais de 50% em Campo Erê. Por conta disso, a unidade de atendimento do coronavírus foi remanejada para uma UBS (Unidade Básica de Saúde) maior, no Bairro Melo. Segundo a Secretara de Saúde, Rosalva de Fátima Boligon, foram organizadas duas equipes de atendimento para essa unidade. Os atendimentos eletivos foram cancelados já que a equipe médica está reduzida. “Somente as gestantes, hipertensos, diabéticos e urgências estão sendo atendidos” explica Rosalva.
“O aumento dos casos pode causar um colapso no sistema de saúde” diz Rosalva. Em tentativa de diminuir o contágio a prefeita Rozane Moreira emitiu uma nota oficial, pedindo a colaboração do comércio no cumprimento das normas sanitárias. “Muitos locais não exigem o uso de máscaras e não respeitam o distanciamento social” conta a secretária. Como não houve melhora nos casos, a prefeita emitiu no dia 1º um decreto municipal que suspendeu as atividades de bares, restaurantes e venda de bebidas alcóolicas até segunda-feira, dia 7.
 
Aumento da Dengue
Houve aumento significativo nos casos de dengue, há 17 casos ativos. “Os profissionais da vigilância sanitária observaram que não são focos isolados, eles estão espalhados pelo município” explica Rosalva. Em tentativa de identificar todos os focos de dengue, foi realizado um mutirão na sexta-feira, dia 4. “Foi uma ação de fiscalização e visita a todos os domicílios do município, com intuito de identificar focos, e orientar as pessoas, já que qualquer água parada pode ser um criadouro, desde a água do seu cachorro até uma cisterna” explica Rosalva.
Participaram dessa ação contra Dengue Agentes de Endemias, Agentes Comunitários de Saúde, Funcionários da Secretaria da cidade, DMER e Secretaria de Assistência social. Foram visitadas todas as habitações do bairro COAHB e Vila Feliz, os moradores receberam dicas sobre a limpeza de vias públicas, terrenos baldios e locais onde a água possa acumular. “Junto com esse trabalho de campo, foi feito um serviço aéreo, com drone para observas caixas de água descobertas” acrescenta a Secretária
“Nós da Secretaria de Saúde solicitamos que todos os cidadãos observem seus lotes, caso haja lixo, recolham e deem o destino correto a ele, pra que não seja mais um criadouro do mosquito. É responsabilidade de cada um impedir a proliferação dos mosquitos” finaliza a secretaria Rosalva.


Receba as notícias do Portal Sentinela do Oeste no seu telefone celular! Faça parte do nosso grupo de WhatsApp através do link: https://chat.whatsapp.com/Bzw88xzR5FYAnE8QTacBc0
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »