21/06/2022 às 13h52min - Atualizada em 21/06/2022 às 13h52min

Paralização na fabricação de leite UHT, creme de leite, achocolatado e leite condensado

O anúncio é da Piracanjuba, unidade de Carazinho, Rio Grande do Sul, devido à baixa produção de leite no estado

Jornal da manhã
Divulgação
O Laticínios Bela Vista (Piracanjuba) confirmou que vai reduzir temporariamente parte das atividades em sua unidade em Carazinho, Rio Grande do Sul. A empresa informou por meio de nota que a redução temporária de parte das atividades da Unidade de Carazinho ocorreu a partir do dia 20.
“Em função da falta da matéria-prima leite em todo o estado do Rio Grande do Sul, serão paralisadas as produções de leite UHT, creme de leite, achocolatado e leite condensado. A produção de soro desmineralizado continuará normalmente”, diz a nota.
Conforme a empresa, serão mantidos boa parte dos postos de trabalho e, para os demais colaboradores, a empresa ofertará a possibilidade de remanejamento para as outras 6 fábricas do grupo, localizadas em Maravilha (SC), Bela Vista de Goiás (GO), Governador Valadares (MG), Três Rios (RJ), Araraquara (SP) e Sulina (PR), ou, ainda, para os 12 Postos de Recepção de Leite, localizados em várias regiões do país.
“Continuaremos coletando leite em todos os produtores da região, sem interrupção, e todo o leite captado será destinado à Unidade de Nova Ramada, no Rio Grande do Sul. Em 2019, o Laticínios Bela Vista assumiu a Unidade de Carazinho, que pertencia à Nestlé. Desde então, realizou investimentos no parque tecnológico, aumentando e modernizando as linhas de produção. Toda essa estrutura será mantida na localidade, já que a expectativa é que, em um curto prazo, a produção leiteira da região volte ao normal, permitindo o pleno restabelecimento da produção da Unidade”, segue a nota.
Por fim, o documento diz: “A empresa reafirma, mais uma vez, seu compromisso com a cadeia leiteira e informa que, nas diferentes unidades, está mantida a produção e a parceria com mais de oito mil produtores de leite, que fornecem a matéria-prima para um portfólio amplo e variado, com mais de 180 produtos”.
 
Sindicato da Indústria da Alimentação estima mais de 90 desligamentos   
O presidente do Sindicato da Indústria da Alimentação de Carazinho e região, Adenilson Souza, comenta que a Piracanjuba conta com quase 200 colaboradores é a maior indústria de alimentação de Carazinho. O sindicato foi procurado pela empresa e informado de que o laticínio vem tendo dificuldades em ter volume de matéria prima adequado para processamento considerando o tamanho da planta. Conforme Souza, os trabalhadores teriam sido dispensados nesta segunda-feira, para discutir com seus familiares e trazer respostas durante a semana sobre aceitar ou não a realocação em outras unidades. Os que não concordarem devem ser desligados ao final do mês. Conforme o Sindicato que sinalizou que deve acompanhar as rescisões, estão sendo estimadas entre 90 e 100 demissões.


Receba as notícias do Portal Sentinela do Oeste no seu telefone celular! Faça parte do nosso grupo de WhatsApp através do link: https://chat.whatsapp.com/KeLgEvaEaYGG5CzyUZbTbL
Siga nosso Instagram: https://www.instagram.com/jornalsentinela/
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »