Sentinela do Oeste Publicidade 1200x90
10/02/2024 às 11h15min - Atualizada em 10/02/2024 às 11h15min

Coleção do Menino Jesus de Praga

A coleção amanhada por Adilson Brugnara conta com mais de 60 imagens do Menino Jesus

Redação
Adilson visita a imagem original do Menino Jesus de Praga, na igreja de Nossa Senhora Vitoriosa. (Foto: Divulgação)
Além de pai, marido e advogado, o anchietense Adilson Jose Brugnara, de 55 anos, é um colecionador. Durante a juventude colecionava selos e moedas. Já adulto, além de colecionar suvenires de suas viagens, há quatro anos começou a colecionar dedais e, há dois anos e meio começou uma coleção de imagens do Menino Jesus de Praga.
Atualmente Adilson tem mais de 60 imagens do Menino Jesus de Praga, antigas e novas, de diversos materiais, como madeira, resina, plástico, baquelite, cerâmica e gesso, esculpidas a mão ou industrializadas. Os valores de cada uma são variados, indo de R$ 10 até R$ 1.300. Agora o objetivo é aumentar a coleção, mas com peças mais antigas, esculpidas em madeira.
Adilson conta que é mais devoto a Nossa Senhora Aparecida, mas a beleza do Menino Jesus de Praga chamou sua atenção e motivou a criação da coleção. “Compro essas imagens em leilões e em viagens. Nas minhas viagens visito casas de santos e antiquários, também faço as aquisições nesses lugares. As pessoas que me conhecem e sabem que coleciono, quando veem algo relacionado ao Menino Jesus de Praga me mandam. Mas em geral não gasto muito tempo com esse hobbie, até porque, é algo que vicia”, relata o advogado.
Conforme ele, as vezes é preciso pôr o pé no freio, já que cada uma das imagens tem custo. “Uma época eu queria comprar tudo, ainda mais nos leilões, onde é lance atrás de lance, você fica aficionado e não queria deixar passar, mas claro que, muitas vezes temos que deixar a peça ir embora pois o valor vai subindo. Há imagens caríssimas, já encontrei uma que custava R$ 8 mil, ela é incrustada com pedras de diamante, mas essa não vou comprar. Também acontece de a imagem ser barata e o frete ser caro. Geralmente as de madeira, esculpidas à mão são mais caras, já que o trabalho artesanal agrega valor. Se for antiga, há maior valor histórico, que agrega valor”, informa Adilson, afirmando que as próximas aquisições serão peças feitas à mão e peças mais antigas.
Recentemente o advogado viajou para a Europa, onde conheceu a igreja da Nossa Senhora Vitoriosa, onde fica a imagem original do Menino Jesus de Praga, localizada em Praga, capital da República Tcheca. Relativamente pequena em relação às grandiosas construções da igreja católica, a igreja conta histórica conta com um museu, nele estão diversas imagens do Menino Jesus de Praga, muitas dessas imagens são oriundas da América do Sul, onde se concentram muitos devotos da divindade.
“A imagem do Menino Jesus fica envolta do ouro e, durante todo o ano usa vestes vermelhas, exceto nas datas especiais nas últimas semanas do ano, as semanas do advento que antecedem o Natal, aí as vestes mudam de cor, ficando branca, roxa, verde ou laranja. Cada cor tem um significado. Nas nossas igrejas a semana do advento é simbolizada também por essas cores, que são visíveis nas velas expostas no altar”, explica Adilson.
Como nem todos na região conhecem o Menino Jesus de Praga, para o futuro, Adilson quer deixar a coleção exposta, o objetivo é fazer justamente com que as pessoas conheçam a imagem. Atualmente todas as estátuas estão no escritório do advogado. “Temos uma propriedade no interior de Palma Sola, na divisa com o município de Anchieta. Temos ideia de montar algo turístico, então penso em deixar as imagens expostas ali nesta propriedade”, informa o advogado.
 
A imagem do Menino Jesus de Praga
A imagem exposta na igreja de Nossa Senhora Vitoriosa tem 47 cm de altura (incluindo os 2 cm de pedestal), representa Jesus com idade entre 4 e 5 anos, é feita de madeira, coberta com tecido e cera. Apesar de hoje parecerem loiros, os cabelos da estátua eram escuros e clarearam com o passar do tempo e com o manuseio. A mão direita está abençoando os fiéis, enquanto a mão esquerda segura um orbe (um símbolo religioso que representa o domínio de Cristo sobre o planeta). A coroa é um presente do papa Bento XVI e foi doada em 2009.
A pequena estátua de madeira representando o menino Jesus tem origem espanhola. Ela foi fabricada na segunda metade do século 16 e transportada da Espanha para a Boêmia (atual República Tcheca) por uma duquesa que iria se casar com um nobre local, em 1556.
Em 1628, ela foi doada pela filha da nobre para o Mosteiro dos Carmelitas Descalços, na Igreja de Nossa Senhora Vitoriosa. Apenas três anos após a doação, o mosteiro foi saqueado e vandalizado por invasores que tomaram parte de Praga. A imagem do Menino Jesus desapareceu por seis anos. Quando foi reencontrada no meio dos escombros, a estátua estava sem os braços.
Segundo a crença, o padre local fazia suas orações quando teria escutado a imagem pedir para ser restaurada, prometendo, em troca, dar paz e bênção a todos que a venerassem. Assim foi feito e logo começaram os relatos de milagres vividos por devotos da estátua, espalhando a fama para o mundo, atraindo peregrinações que queriam ver o Menino Jesus ao vivo.
Os séculos seguintes foram turbulentos. A imagem chegou a sumir por alguns dias e também precisou ficar escondida por um tempo, até retornar ao seu altar em 1993, junto com os Carmelistas Descalços.
Em 2009, o papa Bento XVI visitou Praga e a Igreja da Nossa Senhora Vitoriosa, abençoando a imagem mais uma vez.


Receba as notícias do Portal Sentinela do Oeste no seu telefone celular! Faça parte do nosso grupo de WhatsApp através do link: https://chat.whatsapp.com/Bzw88xzR5FYAnE8QTacBc0
Siga nosso Instagram: https://www.instagram.com/jornalsentinela/
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Sentinela do Oeste Publicidade 1200x90