17/07/2020 às 14h00min - Atualizada em 17/07/2020 às 14h00min

Sonho de ser fotógrafo sai do papel

A fotografia é muitas vezes definida como a “arte de escrever com a luz”. É a luz, em grande medida, que determina a qualidade da foto. Um conceito básico, diretamente associado à intensidade luminosa, é o de exposição – relação entre a quantidade de luz e o tempo de sua incidência sobre o material sensível. Como relatam os fotógrafos, quanto melhor a iluminação, melhor o registro. Neste conceito, e com muito amor, o palmassolense Willian Lacerda, de 21 anos, é mais um dos amantes desta reprodução.
O sonho para a realização deste serviço se fortaleceu em 2017, onde esteve trabalhando com edição e fotografia em uma empresa específica. No ano seguinte, realizou cursos on-line e presencial. No decorrer do tempo, foi aperfeiçoando suas técnicas e conhecimentos sobre o assunto, e neste ano, após comprar sua primeira câmera, juntamente da lente, iniciou os trabalhos como fotógrafo, já produzindo alguns books.
 
Escolha do local
“Uma boa foto depende da luz e do que você quer registrar, porque independentemente do lugar que for, se você tiver uma ideia boa, terá uma boa foto”, conta ressaltando que entre as produções, prefere fotografar pessoas. “A escolha do local depende do que a pessoa quer, qual estilo ela procura e também o estilo de roupa que usa. Depois que faço as fotos, primeiro realizo a edição de cores e finalizo fazendo o tratamento de pele e imagem”, destaca. “O serviço no momento está fluindo, mas o tempo não colabora tanto com o frio e a chuva, mas gostaria de estar fazendo dois ensaios por semana, porém estou conseguindo apenas um, e dependendo do clima, não tem nem como fazer”, finaliza destacando que no decorrer dos dias buscará expandir os serviços.

A baixo, fotos dos primeiros books divulgados por Willian: 
Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »